Saúde Bucal

Abscesso dentário é uma infecção bacteriana, que a partir dela, surge a presença de pus na boca.

Assim como a cárie e a periodontite, o abscesso dentário é um problema bucal recorrente na vida de muitos pacientes.

Desse modo, confira aqui um guia completo sobre abscesso dentário, de maneira que você elimine todas suas dúvidas e evite esse problema. Tenha uma boa leitura!

abscesso dentário o que é
Jovem moça com a mão sobre o rosto, indicando sentir dor no rosto. Em casos de abscesso dentário, o desconforto nos dentes e a na boca são alguns dos sintomas.

Abscesso dentário o que é?

Como já dito, o abscesso dentário é quando há o acúmulo de pus que causa a infecção bacteriana. A partir disso, para trata-lo é preciso identificar o tipo para que o tratamento seja feito.

Abscesso dentário tipos

Como é algo que pode surgir em diferentes regiões da boca, inclusive nos dentes, e por diversas razões, é preciso identificar o tipo de abcesso dentário para trata-lo.

Dessa forma, destacam-se três tipos:

Abscesso pericoronário:

É quando o dente está para nascer ou já nasceu parcialmente e a gengiva cobre parte dele. Se acontecer alguma contaminação ali, surgirá um abscesso.

Abscesso periapical:

Esse tipo aparece na ponta da raiz dentária, e com isso, na maioria dos casos provoca uma cárie, que quando não tratada, vira foca de infiltração bacteriana.

Abscesso periodontal:

Enquanto os outros dois tipos ocorrem com maior frequência nos dentes, este aparece nas gengivas junto à raiz de um dente, a partir do momento que um pedaço de alimento fica preso entre os dentes e não é devidamente removido na escovação.

Logo, esses são os tipos de abscessos, saber o motivo do surgimento e como trata-lo é essencial para que seja feito o tratamento.

Causas do abscesso dentário

A cárie é um dos principais fatores que causam o abscesso, no entanto, outros problemas também fazem com que ele surja, por exemplo, aquela casa de pipoca que fica presa entre os dentes e a gengiva.

Isso ocorre porque os microrganismos aglomeram-se neste lugar onde restos de alimentos estão, causando a infecção.

A partir disso, quando a cárie surge, e evolui para cárie profunda – quando a cárie dental não é tratada, ela atinge a polpa dentária, e infecciona a raiz do dente.

Porém, há pessoas que apresentam condições que facilitam o surgimento de abscessos dentários, nestes casos, a consulta de rotina ao dentista é essencial.

Sintomas de abscesso dentário

Abaixo estão as causas do abcesso dentário, que quando há presença dessa condições, maior é a chance de desenvolver um abcesso. Sendo assim, confira abaixo:

Excesso de açúcar

Açúcar quando é consumido acima do normal, traz inúmeras consequências. No caso do dos dentes, consumir alimentos e bebidas como refrigerantes, doces, entre outros, aumentam a chance de surgir cáries e desenvolver uma infecção ou abscesso dentário.

Maus hábitos de higiene bucal

Escovar os dentes e usar o fio dentão são formas de prevenir problemas bucais. Porém, quando isso não é feito, o risco de desenvolver problemas bucais aumenta.

Nesse caso, é possível que doenças como a periodontite, abscesso e a cárie surjam e com isso, seja necessário tratamento, ou do contrário, as infecções podem resultar em perda dos dentes.

Problemas de saúde

Doenças como diabetes, doenças autoimunes, também aumentam a probabilidade de um abscesso dentário surja, portanto, se tiver alguma dessas condições, procure por um dentista para manter sua saúde bucal em dia.

Abscesso dentário sintomas

Inchaço das gengivas e bochechas, nódulos linfáticos do pescoço, dor intensa que pode chegar ao maxilar, pescoço e ouvido e até febre são alguns dos sintomas do abscesso. Mas há casos em que ocorre sensibilidade nos dentes.

Com isso, ao observar que há um inchaço em sua boca, bochechas ou pescoço, procure por um profissional urgente, porque quando um abscesso dentário não é devidamente tratado, pode levar a infecções e em casos mais graves, a óbito.

Como diagnosticar o abscesso dentário?

Para confirmar se há ou não a presença de algum tipo de abscesso dentário, tem os seguintes exames:

Radiografia

É um tipo de exame de imagem – como a tomografia computadorizada, que consegue identificar um abscesso e a partir disso, procurar uma forma de trata-lo.

Exames laboratoriais

Quando diagnosticado desde o início, o tratamento de primeira linha é feito, ou seja, é utilizado medicamentos, como antibióticos, e não haver melhora, o dentista pode recolher uma amostra para descobrir qual o tipo de bactéria é a causa da infecção.

Teste de percussão:

Trata-se de um exame em que o dentista irá tocar o dente e a partir disso, determinar o que é. O teste é feito porque o dente com abscesso é mais sensível ao toque ou à pressão, portanto, o dentista ao tocar e pressionar o dente irá determinar o nível de dor.

Abscesso dentário como prevenir?

Ter bons hábitos de higiene bucal é a melhor forma de evitar que o abscesso apareça. No entanto, não é o suficiente. Por isso, é preciso que outros passos sejam seguidos!

Dentre esses passos, a escovação após as refeições e o uso do fio dental são essenciais. Além disso, também se atente ao período do uso da escova de dente, trocando-a a cada três meses. Por fim, diminua também a quantidade de açúcar que é ingerida.

abscesso dentário tratamento
Jovem moça sentindo dores no rosto e com expressão de desconforto, que é um outro sintoma do abscesso dentário.

Abcesso dentário tratamento

Para trata-lo é possível que seja necessário envolver outros tratamentos, como drenagem do abscesso e a eliminação da infecção na área.

Contudo, um tratamento de canal, por exemplo, tem mais chances de salvar o dente, mas há casos em que pode ser preciso remover o dente completamente.

Tratamento de canal

Se esta for a opção, é possível, que o dentista fará uma limpeza no dente, para que ele seja desinfetado por fora.

Logo depois ele é perfurado e limpo por dentro, a fim de ser preenchido com um cimento adesivo, que o protegerá de futuras infecções.

Diante disso, havendo os cuidados devidos, o dente que é restaurado tem maiores chances de durar pelo resto da vida.

Antibióticos

Esse tipo de tratamento é indicado quando a infecção se espalha próxima da área afetada pelo abscesso dentário.

Quando isso ocorre, o dentista prescreve antibióticos com o intuito de que a infecção diminua. Isso também ocorre quando o sistema imunológico é fraco.

Quando a infecção se espalha próxima da área afetada pelo abscesso, dentista irá prescrever antibióticos com o intuito de ajudar a diminuir a infecção, especialmente em casos que o sistema imunológico do paciente é fraco.

O dentista também poderá indicar bochechos regulares com água morna e sal e analgésicos para ajudar na cicatrização. Porém, os antibióticos só necessários somente para ajudar a aliviar qualquer desconforto caso o paciente sinta.

Extração 

É o último recurso para um dentista, mas em casos de abscesso dentário, quando isso acontece, é porque o dente não pode ser mais salvo.

Sendo assim, cabe ao profissional escolher a melhor opção para preservar a saúde bucal. Depois que o dente é extraído, é drenado o abscesso e limpo para evitar novas infecções.

Por último, a ida ao dentista é essencial para que casos com o de abscesso dentário evolua para uma extração. Por isso, tenha em mente que um plano odontológico é uma ótima opção.

Sendo assim conheça nossos planos odontológicos e escolha aquele que melhor se encaixa no seu perfil e contate um de nossos colaboradores.

E agora, se gostou do texto, tem alguma dúvida ou sugestão, deixe aqui nos comentários!

Leave a comment