Doenças

A angina de Ludwig é uma infecção bacteriana que, se não tratada da maneira adequada, pode causar sérios problemas a saúde.

Saiba como se prevenir dessa infecção grave e os possíveis tratamentos:

O que é a angina de Ludwig?

É uma infecção bacteriana, crônica ou aguda, de gravidade alta considerada, também, uma celulite facial de rápida evolução, que afeta o assoalho da mandíbula e o pescoço, causando vermelhidão no pescoço, dores e inchaço.

Como o inchaço facial pode ser extremo, é importante tomar todos os cuidados possíveis o mais rápido, vez que as vias aéreas podem ser comprometidas, fechadas, e consequentemente, a respiração do paciente.

Além disso, a velocidade do tratamento também contribui para impedir que as bactérias se espalhem pelo tecido do pescoço com facilidade, uma vez que o desenvolvimento da infecção pode causar complicações graves.

Um homem sentindo dores no pescoço, devido aos sintomas da angina de Ludwig.

O que causa o aparecimento da angina?

É muito comum que a angina de Ludwig comece a partir de algum abcesso bucal, que acumula pus e bactérias, formando uma inflamação.

Também pode ocorrer infecção quando um dente passa por um tratamento profundo e/ou é removido e os devidos cuidados pós-operatórios não são realizados com cuidado, formando bactérias e abcessos.

Se o ponto de inflamação se espalha pelo assoalho, e se torna uma infecção, temos uma angina. Isso porque as bactérias não conseguem se manter confinadas, buscando sempre uma saída, indo em direção ao assoalho.

Os dentes molares inferiores são mais propensos a serem fonte desse problema.

Além disso, quanto mais baixo for seu sistema imunológico, maior o risco de desenvolvimento da angina de Ludwig. Pessoas com cáries ou diabetes, doenças renais, anemia e piercing na língua, também podem desenvolver essa infecção com mais facilidade.

Não se esqueça de que a ausência de uma higiene bucal bem feita é o ponto principal para o desenvolvimento da angina.

Banner "conheça os planos dentalvidas"

Quais os principais sintomas da angina?

Os sintomas mais comuns da angina de Ludwig são dores, inflamação na garganta, dificuldade para engolir alimentos, febre e inchaço.

O inchaço é um sintoma muito preocupante da angina, pois ele pode causar obstrução das vias respiratórias, impossibilitando a respiração e, em alguns casos, causar uma fatalidade.

Além desses sintomas, o paciente com angina pode apresentar: confusão mental, calafrios, falta de apetite, fadiga, protusão lingual, sialorreia, disfagia e trismo.

Para diagnosticar essa infecção, os médicos realizam tomografia computadorizada e exames de sangue. Diante da gravidade da doença, o tratamento correto será indicado.

Qual o tratamento mais eficaz?

Para o tratamento, é necessária uma avaliação criteriosa sobre as condições em que o paciente se encontra.

Uma forma de conter essa infecção com mais agilidade é administrando antibióticos intravenosos, e talvez seja necessária a extração do dente infectado.

Se o tecido estiver com muito acúmulo de líquido, uma drenagem deverá ser realizada.

Em casos onde as vias respiratórias do paciente se encontram completamente fechadas, uma traqueostomia deverá ser realizada, para facilitar a entrada de ar. Ou, até mesmo, entubar o paciente imediatamente.

Vale lembrar que quanto mais precoce for realizado o tratamento, maiores serão as chances de eficácia, reduzindo a porcentagem de possíveis complicações e, consequentemente, a taxa de mortalidade.

Profissional da saúde odontológica avaliando boca de mulher que apresenta sintomas da angina de Ludwig.

Existe alguma complicação, caso não seja devidamente cuidada?

Existem diversas complicações que podem afetar o paciente com angina de Ludwig, como a sepse, obstrução das vias aéreas, mediastinite, derrame pericárdico, derrame pleural, pneumonia por aspiração e outras doenças graves, que podem levar a fatalidade.

O importante é sempre se lembrar que, em caso de sintomas de angina, deve-se buscar um especialista médico imediatamente, para tratar de forma mais precoce.

Porém, a profilaxia mais eficaz é simples: uma boa higiene bucal! Dessa forma, possíveis problemas, abcessos, cáries e outros tipos de anormalidades são evitadas e, consequentemente, menores os riscos de contrair bactérias.

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares ao dentista são essenciais para evitar doenças infecciosas, uma vez que é pelas visitas ao consultório que o paciente tem acesso aos benefícios de tratamentos preventivos como a profilaxia (limpeza profissional) e tratamentos precoces de doenças.

É por essa periodicidade que o dentista consegue avaliar a condição dos dentes, percebendo e tratando problemas em sua fase inicial. Além disso, pelas avaliações são passadas orientações para com a adesão de bons hábitos da higiene e alimentação.

O indicado é que a frequência mantida ao consultório odontológico seja de ao menos 2 vezes ao ano (de 6 em 6 meses) para que os benefícios sejam mantidos.

O plano odontológico DentalVidas tem diversas opções para garantir mais qualidade de vida e um sorriso mais bonito para você e sua família!

Gostou do texto? Tem alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários.

Banner "conheça os planos dentalvidas"

               
Artigo anterior

               
Próximo Artigo

Deixe seu comentário

Qual o melhor remédio para dor de dente? SAIBA AQUI Quais são os tipos de lesão bucal? DESCUBRA AQUI Cores de aparelho que não desbota? Veja aqui quais são! Qual o melhor remédio para mau hálito? Confira a lista Invisalign: descubra quais são as vantagens do aparelho Como ter os dentes perfeitos dos sonhos? CONFIRA Descubra os tipos de piercing na boca e como cuidar Conheça as causas por trás do DENTE TORTO
Qual o melhor remédio para dor de dente? SAIBA AQUI Quais são os tipos de lesão bucal? DESCUBRA AQUI Cores de aparelho que não desbota? Veja aqui quais são! Qual o melhor remédio para mau hálito? Confira a lista Invisalign: descubra quais são as vantagens do aparelho Como ter os dentes perfeitos dos sonhos? CONFIRA Descubra os tipos de piercing na boca e como cuidar Conheça as causas por trás do DENTE TORTO