Aparelho Ortodôntico

Aparelho autoligado antes e depois, como é o processo, quais os tipos? Esse aparelho foi desenvolvido com a mesma função do modelo de aparelho convencional, porém ele apresenta algumas vantagens em relação aos demais modelos.

É mais eficaz que os demais tipos de aparelho dental, mais confortável e possui uma aparência melhor que a do outro modelo que possui uma estrutura metálica.

Por possuir muitas vantagens ele é um modelo muito pedido nas clínicas odontológicas. Veja a seguir o processo do tratamento, os tipos do aparelho e a resposta para algumas dúvidas:

Aparelho autoligado antes e depois

Aparelho autoligado antes e depois

Conheça os benefícios do aparelho autoligado, vamos apresentar a seguir o antes de quem usa o aparelho e os resultados de quem usa o aparelho autoligado.

Antes

O aparelho autoligado é indicado para corrigir problemas na formação da arcada dentária. Problemas como dentes desalinhados, mordida cruzada, nascimento de dentes fora do lugar, e até mesmo problemas interiores, pois muitas pessoas se sentem constrangidas e evitam até mesmo sorrir em público por causa dos dentes.

As pessoas que sofrem com esses tipos de problemas ao serem diagnosticadas têm as duas opções dentro de seu tratamento, e por ser mais vantajoso, muitos optam por esse modelo de aparelho. O aparelho como dito acima, não somente corrige a posição dos dentes como também ajuda em nossa autoestima.

Apesar do que muitos pensam, a aparência é algo que o ser humano dá muita importância, e um sorriso torto faz muita diferença em nossa apresentação visual. Por esse motivo muitos se sentem incomodados e até mesmo se isolam pela aparência. E aí é que surge o aparelho na vida do paciente.

Depois

Usado para corrigir nossa dentição, o aparelho autoligado age com uma força pressionando o local que se quer corrigir na boca. Como vimos anteriormente, essa força irá depender do tipo de aparelho indicado pelo dentista.

Após os exames feitos pelo dentista e a escolha do tipo de aparelho que deverá ser usado durante o tratamento, passa-se ao processo de criação da pasta do paciente.

Depois dela é feito o molde que é usado para a criação da estrutura do aparelho. Feito isso, o aparelho é colocado no paciente.

Depois disso o paciente deverá fazer o acompanhamento com o dentista para fazer a manutenção que são os ajustes do aparelho.

De tempos em tempos é preciso consultar o dentista para ver o que mudou em relação à última consulta e corrigir o que o aparelho não consertou ainda.

Após feito essas manutenções e o acompanhamento correto ao dentista ele irá indicar quando o aparelho deverá ser retirado, somente após ele ver se houve a correção dos dentes ele irá indicar o fim do tratamento.

Veja os tipos e os benefícios desse modelo:

Tipos de aparelho autoligado

O aparelho autoligado é um modelo de aparelho que surgiu com o avanço da tecnologia, para melhorar a qualidade de vida de quem precisa usar o aparelho. Ele traz conforto e outros benefícios para quem o usa. Conheça primeiramente quais os tipos existentes deste modelo:

Aparelho autoligado estético

O aparelho autoligado estético é o modelo de aparelho que não possui as borrachinhas e os braquetes são transparentes ao contrário do comum em que a sua estrutura é metálica, por isso o nome de aparelho estético por proporcionar uma estética melhor.

Aparelho autoligado metálico

Possui as mesmas funções do anterior e as mesmas características, porém nesse modelo os braquetes são metálicos e não transparentes.

Aparelho autoligado misto (estético – metálico)

Esse modelo é uma junção dos outros dois modelos ele possui os braquetes transparentes na parte anterior e os braquetes metálicos na parte posterior.

Além disso, esses tipos de aparelhos são divididos entre os aparelhos passivos e ativos. Os aparelhos passivos não fazem tanta pressão na arcada dentária e por isso são melhores com a movimentação dos dentes do que na inclinação e rotação dos dentes.

Já com os aparelhos ativos acontecem o contrário com a pressão que exercem nos dentes e por isso a inclinação causada pelo aparelho é maior.

E quem irá indicar qual o tipo de aparelho é o certo será o dentista, ele é o profissional da área e saberá melhor qual o tipo certo para cada caso.

E algumas dúvidas surgem sobre esse processo, confira as respostas para essas dúvidas:

Tipos de aparelho autoligado

Quanto tempo dura o tratamento?

Esse tempo de duração do tratamento irá variar de acordo com a correção que precisa ser feita, dependendo também da movimentação dos dentes. E o modelo autoligado pode acelerar esse processo.

A duração de tempo de uso dele pode ser menor, pois esse tipo de aparelho exerce uma pressão mais constante sobre os dentes.

O que devo fazer após tirar o aparelho?

Após retirar o aparelho ao contrário do que muitos pensam, ainda não é o fim do tratamento. É necessário fazer o molde dos dentes, para criar a contenção dentária de acordo com a nova posição dos dentes.

Esse procedimento é feito pelo dentista em seu consultório. Como houve a movimentação dos dentes pelo aparelho é necessário fazer a fixação do seu novo posicionamento.

A contenção funciona de forma a manter o alinhamento que o aparelho fez. Essa contenção é um pouco diferente do aparelho, ela pode ser usada somente na arcada superior ou na arcada inferior.

A contenção pode variar desde a semelhante a um aparelho móvel, quanto a composta somente por um fio de aço. Todas elas possuem a mesma função, porém cada uma tem uma atuação diferente sobre a arcada dentária.

Tirar o aparelho dói?

O processo de retirada do aparelho é simples e bem tranquilo, como qualquer procedimento na boca ele pode causar desconforto e incômodo, mas se feito corretamente não causa dor.

Para muitos o dentista é como um personagem de terror, e as idas ao consultório podem causar pânico nos pacientes. E esse medo é o que muitas vezes causa a dor. Mas se trabalhado isso antes da consulta, o processo ficará mais fácil.

Ficar tranquilo e se preparar para o dia da consulta te ajuda a estar relaxado e na hora da visita ao consultório, isso te deixará mais aliviado para fazer a consulta.

Quais cuidados tomar após tirar o aparelho?

Após colocar a contenção é importante que o paciente continue tomando os cuidados anteriores, o cuidado em manter a higienização bucal e as consultas ao dentista devem continuar com a mesma frequência.

Afinal a contenção serve para manter os dentes alinhados se não nos atentarmos e mantermos o cuidado o tempo de uso do aparelho acaba sendo jogado no lixo, e acaba revertendo os resultados alcançados.

Por isso o plano odontológico é importante, para quem vai precisar fazer o uso do aparelho, o plano irá te acompanhar em todas as etapas necessárias durante o tratamento. É fundamental que ele seja de boa qualidade.

O plano odontológico DentalVidas tem diversas opções para garantir mais qualidade de vida e um sorriso mais bonito para você e sua família.

Gostou do texto? Tem alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários!

Deixe seu comentário