Aparelho Ortodôntico

Para quem está saindo de um tratamento ortodôntico prolongado, receber a notícia de que deve usar um novo tipo de aparelho não é de fácil aceitação.

A contenção é esse aparelho que já começa sendo odiado, no entanto, é essencial para o tratamento.

Você sabe como funciona o aparelho de contenção? Conheça aqui qual a sua importância, quanto custa e quanto tempo dura:

O que é aparelho de contenção? 

O aparelho de contenção, ou apenas contenção, assim como o próprio nome indica, busca conter a movimentação da arcada dentária. Dessa forma, se consegue manter os efeitos conquistados pelo uso do aparelho fixo, assim mantendo o posicionamento e alinhamento correto da dentição.

Acompanhando as variações de alinhadores, existem dois tipos de aparelho de contenção: fixo e removível. O modelo fixo é composto por um fio de aço preso na superfície interna dos dentes, enquanto o removível se trata de um aparelho de encaixe na arcada superior.

A indicação da contenção é única, devendo todos os pacientes ao finalizar a primeira fase do tratamento ortodôntico passar pelo seu uso.

Como funciona o aparelho de contenção

Como funciona o aparelho de contenção?

O principal objetivo do aparelho de contenção é manter os dentes alinhados e o mais próximo possível da que estavam no resultado final do tratamento convencional. As fibras periodontais e ósseas são flexíveis e possuem memória, o que leva ao instinto de retrocesso.

Dessa forma, o aparelho de contenção oferece resistência, evitando que haja essa movimentação indesejada e reeducando o organismo para que ele se acostume ao novo posicionamento dos dentes.

Mesmo que muitas pessoas não entendam a importância desse item, se trata de uma das fases do tratamento e deve também ser acompanhada com cuidado. Também durante essa fase é necessário que o paciente siga as orientações do dentista, sob o risco de retrocesso do tratamento e necessidade de recomeçar.

Vale ressaltar que mesmo sendo muito eficaz, a contenção não consegue evitar alterações na mordida, que podem ocorrer com o passar dos anos.

Quais são os seus tipos?

Como dito, o aparelho de contenção pode ser fixo ou removível.

O aparelho de contenção fixa é colocado na arcada inferior, que é o local em que se é mais propenso de haver alguma movimentação dentária posteriormente a retirada do aparelho. Possuem vantagem quanto a estética, uma vez que não são perceptíveis, e quanto ao conforto, já que não compromete a fala e a mastigação.

Por sua vez, a contenção móvel ou removível é comumente indicada para uso no arco superior, o que facilita que seja removido na hora da higienização, ingestão de algum alimento ou diante da prática de atividade física.

É um item de encaixe no céu da boca, fazendo com que somente um fio seja perceptível ao sorrir. Seu maior benefício fica por conta da possível higienização, o que permite um maior cuidado preventivo a problemas bucais.

Mesmo sendo muito similar ao aparelho móvel, a contenção removível não é utilizada somente no céu da boca, também sendo de possível encaixe na arcada inferior. Para sua confecção e garantia de conforto, é necessário o escaneamento intraoral para a sua confecção.

Tipos de contenção fixa

No entanto, a contenção fixa ainda pode ser dividida em mais dois subtipos, sendo eles: plana e modificada. A contenção fixa plana é específica de casos de instabilidade de movimentação do dente, principalmente os caninos da arcada superior. Na grande maioria dos dentes é aplicada nos dois principais, ou nos quatro dentes frontais.

A contenção fixa modificada, também chamada de ondulada ou higiênica, possui o design de ondas, com dobras que facilitam a passagem do fio dental, otimizando a higienização e a alimentação.

Ambos os modelos mantêm os efeitos estéticos e funcionais característicos da contenção fixa, garantindo uma boa experiência.

Afinal, quanto tempo devo usar minha contenção?

Considerando o contexto de início de uso, a duração do tratamento com a contenção é sempre questionada. No entanto, essa não deve ser a sua maior preocupação, uma vez que mesmo que seja uma surpresa indesejada ao final de um tratamento demorada.

É importante considerar que a colocação de contenção é extremamente confortável, cada uma com a sua vantagem específica, além de que são fundamentais para continuar com um sorriso alinhado e estético.

Lembre-se que o sorriso é o nosso cartão de visita, e pelo aparelho de contenção conseguimos manter a sua boa aparência alcançada pelo aparelho ortodôntico.

Por fim, respondendo a pergunta não há uma resposta definida, e o tempo de uso vai depender das particularidades do caso e levar em conta a observação periódica do dentista.

Normalmente, as contenções móveis costumam ser usadas por 1 ano, enquanto os modelos fixos são de tempo indeterminado, já que não interferem na saúde bucal e não são manuseáveis. 

As contenções fixas geralmente são usadas pelo maior tempo possível, sendo feitas apenas trocas e não a remoção completa. Alguns pacientes chegam a utilizar pelo resto da vida, não interferindo no seu bem-estar. Qualquer dúvida específica, não hesite em perguntar ao seu dentista.

O que acontece se eu não usar a contenção?

Caso você negligencie a fase do aparelho ortodôntico e opte por pular essa fase importante, você corre o risco de perder todo o seu investimento e tempo, uma vez que o resultado do tratamento só será garantido pela finalização com a contenção, seja ela de semanas, meses ou até mesmo anos.

Para que os resultados sejam realmente mantidos, é necessário que o paciente se atente ao uso da móvel em especial, já que ele deve ser feito com frequência e constância. Passar o dia sem ele pode levar a retrocessos significativos. A movimentação não tem tempo de intervalo e por isso a importância.

Desse modo, a disciplina da primeira fase do tratamento ortodôntico deve ser mantida. Em caso de desalinhamentos pela falta de uso, um novo tratamento deve ser iniciado, seja pelo alinhador fixo, móvel ou aparelho transparente.

Qual o preço do aparelho de contenção

Qual o preço do aparelho de contenção?

Depois do aparelho fixo ser retirado, o paciente irá passar por um período de análise, em que o aparelho de contenção entrará em cena para estabelecer a distribuição correta.  

O aparelho de contenção tem um preço médio de R$ 750 (setecentos e cinquenta reais).

Quais os cuidados quanto ao uso da contenção?

Assim como os aparelhos ortodônticos convencionais, as contenções devem receber cuidados de conservação. Mesmo que não sejam muito perceptíveis, seguir as orientações passadas pelo dentista são essenciais para que se evite complicações no futuro.

Entre os principais cuidados está relacionado ao uso da contenção móvel, que deve ser sempre retirada da boca para a alimentação. Isso sob o risco de danos ao aparelho e a fixação de alimentos na boca, levando a formação de placa bacteriana e seus demais problemas.

A higienização do item também deve ser feita considerando alguns cuidados, como o uso da escova interdental, que faz a limpeza entre os espaçamentos da contenção e dentes de forma mais eficiente.

É importante, diante de ambos os usos, que se evite alimentos muito duros, que possam deslocar a peça ou causar o movimento de alavanca da arcada.

Por fim, outro cuidado importante fica por conta das visitas regulares ao dentista, já que só assim o paciente consegue manter um sorriso harmônico, prevenindo a formação de cárie ou de doenças periodontais

Nessas visitas ao consultório o dentista irá realizar a avaliação da cavidade oral, identificando todos esses possíveis problemas de forma precoce e se a arcada em estudo apresenta algum sinal de instabilidade..

O indicado é que as visitas ao consultório ocorram de 6 em 6 meses para uma avaliação e ação preventiva mais efetiva. É também nessas visitas que o paciente tem acesso a procedimentos também regulares, como a profilaxia (limpeza profissional).

Portanto, o plano odontológico DentalVidas tem diversas opções para garantir mais qualidade de vida e um sorriso mais bonito para você e sua família.

Gostou do texto? Tem alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários.

Deixe seu comentário