Especialidades

O resultado da bichectomia antes e depois tem deixado muita gente curiosa, pessoas com finalidade de saber como fica o resultado final do procedimento.

A bichectomia é um procedimento que muda a estética do rosto, o que acaba gerando curiosidade quanto aos resultados.

Além disso, apesar de possuir aplicações funcionais, na grande maiorias das vezes esse procedimento é realizado por motivos estéticos.

Sendo assim, confira mais a respeito da bichectomia antes e depois:

O que é bichectomia?

A bichectomia é um procedimento cirúrgico no qual ocorre a remoção das bolas de Bichat que são estruturas responsáveis por conferir forma ao rosto.

Ou seja, por ficarem localizadas nas bochechas, esse procedimento é responsável por conferir uma aparência mais definida ao rosto.

Sendo assim, quando realizada por motivos estéticos sua função é reduzir o tamanho das bochechas, reduzindo um pouco o formato arredondado do rosto.

Já quando seu objetivo é funcional, ela é feita com o objetivo de reduzir o tamanho interno das bochechas.

Isso se deve ao fato de que caso a parte interna das bochechas do paciente seja muito grande pode acabar fazendo com que o paciente acabe mordendo elas repetidamente.

O ato de morder frequentemente a parte interna das bochechas pode causar uma inflamação no local que pode gerar inchaço, dor, sangramento, aftas e feridas na boca.

O que são as bolas de Bichat?

As bolas de Bichat são estruturas que ficam no interior da bochecha e receberam esse nome por terem sido descobertas por Marie François Xavier Bichat.

Essas estruturas são formadas por um tecido gorduroso no interior das bochechas e possuem um formato de pirâmide.

Elas também são responsáveis por conferir forma às bochechas, que podem variar de acordo com o tamanho dessa estrutura.

No início da vida, essas estruturas têm a função de auxiliar no processo de sucção, o que contribui para a amamentação.

Após esse período, ela perde essa função e passa a servir apenas como uma estrutura responsável por conferir formato às bochechas.

Portanto, devido ao fato de perder sua função após a infância, o paciente fica livre para realizar a cirurgia para removê-la, seja por motivos estéticos ou não.

como é feita a bichectomia

Como é feita a bichectomia?

A bichectomia consiste em um procedimento onde são feitas duas pequenas incisões na parte interna das bochechas.

Dessa maneira, as bolas de Bichat são removidas através dessas incisões. Geralmente são feitos um ou dois pontos para fechar as incisões.

Devido ao local em que se encontram, normalmente são utilizados pontos absorvíveis pelo corpo, sendo assim não é necessário removê-los.

Portanto, a bichectomia se trata de um procedimento cirúrgico rápido e simples.

Como é o pós operatório?

Normalmente durante o pós operatório o paciente não sente dores fortes, sendo assim ele pode retornar ao trabalho no dia seguinte e aos treinos após o período de uma semana.

Também é bastante comum que a região fique inchada durante algum tempo, sendo assim, os resultados podem ser vistos após um período de em média 2 meses.

Dessa maneira, caso o paciente realize o procedimento com um profissional qualificado, as chances de o procedimento dar errado são bem baixas.

Além disso, existem alguns cuidados que devem ser tomados após esse procedimento para evitar o surgimento de complicações, são eles:

Higiene bucal

A higiene bucal é um tipo de cuidado que deve ser realizado diariamente, independente do fato de possuir ou não alguma cirurgia no interior da boca.

Isso se deve ao fato de que a má higienização pode acarretar no acúmulo de partículas de alimentos, o que por sua vez gera um acúmulo de bactérias na boca.

Devido ao fato de os pontos não fecharem completamente o local, a sutura fica suscetível à entrada de bactérias.

Dessa maneira, a boa higiene bucal é responsável por reduzir o acúmulo de bactérias no interior da boca e assim consegue evitar as chances de infecções.

Cuidar da alimentação

Por se tratar de uma cirurgia realizada no interior da boca, é importante tomar cuidado com a dieta após a realização da cirurgia.

Isso se deve ao fato de que alguns alimentos podem acabar atrapalhando o processo cicatrizante e também existem alguns alimentos duros que podem acabar ferindo a região operada.

Dessa maneira, é recomendado que o paciente opte por alimentos frios e macios, além de também ser recomendado que o paciente ingira alimentos cicatrizantes para agilizar o processo de cicatrização.

Os alimentos frios também auxiliam a reduzir a dor pós cirúrgica assim como reduzir a inflamação no local.

Evite forçar a região da cirurgia

É importante evitar movimentar excessivamente a região da cirurgia para se evitar possíveis danos à região operada.

O ato de evitar movimentar a região comprometida também garante que o paciente evite romper os pontos e contribui para que o processo de cicatrização aconteça mais rápido.

antes e depois bichectomia

Bichectomia antes e depois

A bichectomia consiste em um procedimento que apesar de possuir uma razão funcional para ser executada, grande parte das vezes é realizada de maneira estética.

Sendo assim a bichectomia antes e depois possui uma grande diferença especialmente na estética do paciente. Desse modo, quando feita por questões funcionais, o paciente geralmente consegue parar de morder a parte interna das bochechas.

Porém, independentemente do motivo pelo qual a cirurgia foi realizada, há uma alteração na estética do paciente. Dessa maneira, a realização desse procedimento é responsável por conferir ao paciente maçãs do rosto mais definidas.

Além disso, ele também deixa a face do paciente com um formato menos arredondado e mais esguio. Apesar de raras, algumas vezes o procedimento de bichectomia pode dar errado e acabar promovendo um resultado indesejado.

Portanto, é importante procurar por um profissional qualificado, dando preferência aos que possuem experiência na realização do procedimento.

Quais são as indicações e contraindicações da bichectomia?

O procedimento da bichectomia geralmente é realizado por dois motivos principais, sendo eles caso o paciente possua as bochechas internas muito grandes e morda-as com frequência ou por motivos estéticos.

Sendo assim, a única real indicação da realização do procedimento é o caso o paciente morda frequentemente as bochechas internas por conta de seu tamanho.

Quando é realizada por motivos estéticos, a vontade de realizar o procedimento deve partir do paciente e geralmente procedimentos puramente estéticos não possuem indicação.

Já quanto às contraindicações, esse procedimento quando realizado por motivos estéticos não é recomendado realizá-la quando o paciente já possui as maçãs do rosto definida, pois dificilmente haverá alguma mudança notável na estética facial do paciente.

No entanto, não é recomendado realizar esse procedimento caso o paciente:

  • Esteja submetido a radio ou quimioterapia;
  • Possua trismo;
  • Esteja grávida;
  • Seja menor de idade;
  • Possua problemas no fígado, nos rins ou no coração;
  • Tenha doenças renais, infecções ou problemas no coagulamento.

Bichectomia valor

Não é possível afirmar um valor definitivo para a bichectomia devido ao fato de múltiplos fatores influenciarem em seu valor.

Dessa maneira, só é possível afirmar um preço estipulado, sendo assim, a bichectomia pode chegar a custar até R$ 10.000 (dez mil reais), valor que pode variar de acordo com a região, profissional e clínicas escolhidos.

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares ao dentista garantem que ele possa comparar os resultados da bichectomia antes e depois.

Além disso, é importante que o paciente continue visitando com frequência a clínica odontológica para que o dentista possa avaliar o estado da cirurgia e recomendar qualquer tipo de cuidado adicional.

Por meio delas, o paciente também consegue relatar qualquer tipo de sintoma anormal que ele esteja sentindo, e assim o dentista consegue iniciar o processo de avaliação para identificar os problemas.

Ele também consegue garantir que o tratamento de problemas como o tártaro e a cárie, sejam tratados logo em seu início, evitando que se tornem complicações severas.

Além disso, por meio delas também é possível efetuar a profilaxia, que é limpeza profissional dos dentes e deve ser feita de 6 em 6 meses para a manutenção da higiene dos dentes.

Portanto, o plano odontológico DentalVidas tem diversas opções para garantir mais qualidade de vida e um sorriso mais bonito para você e sua família.

Gostou do texto? Tem alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários!

FAÇA SUA AVALIAÇÃO GRATUITA

               
Artigo anterior

Deixe seu comentário