Saúde Bucal

Boca amarga é um dos principais problemas bucais e pode estar relacionada com uma série de fatores, incluindo a má higiene bucal e a incidência de infecções.

Além disso, a boca amarga, na maioria das vezes está associada ao mau hálito, o que contribui ainda mais com o incômodo e mal-estar que ela proporciona.

Saiba aqui quais são as principais causas da boca amarga e quais as suas melhores formas de tratamento. Boa leitura!

boca amarga o que pode ser

O que pode ser boca amarga?

Tal como a halitose (mau-hálito), a boca amarga é uma consequência na boca que pode gerar certo desconforto. Esse problema está diretamente relacionado a como está a saúde bucal, no entanto, também pode se relacionar a condições da saúde geral.

Entre as principais causas da boca amarga estão:

  •         Má higienização bucal;
  •         Infecções por fungos e respiratórias;
  •         Refluxo gastroesofágico;
  •         Cigarro;
  •         Uso de suplementos vitamínicos;
  •         Boca seca (xerostomia);
  •         Gengivite;
  •         Gravidez;
  •         Certos medicamentos (antibióticos e antidepressivos);
  •         Doenças do fígado (Hepatite, fígado gordo ou cirrose);
  •         Cetoacidose diabética.

Quanto ao uso do cigarro, o estado amargoso da boca é temporário, podendo sumir após a ingestão de algum alimento, de alguma bebida, ou após a higiene bucal. No entanto, tenha em vista que as consequências da constância desse hábito podem trazer uma série de complicações à saúde bucal, podendo resultar até mesmo na perda da dentição.

Por fim, o gosto amargo da boca, quando duradouro, requer com urgência um acompanhamento odontológico, já que a falta da avaliação e de um tratamento precoce pode trazer complicações ainda mais graves. Além de que, caso seja resultante de uma doença, pode resultar na sua evolução pelo organismo.

Boca amarga, pode ser câncer?

Essa é uma dúvida bastante frequente quando se remete a boca amarga. No entanto, mesmo que essa condição seja comumente associada ao câncer no fígado, não possui nenhuma relação, além de que esse tumor raramente possui algum sinal inicial.

Por conseguinte, a boca amarga não possui nenhuma relação com tumores hepáticos. Nesse sentido, as doenças as quais possui relação são a gengivite, diabetes, cárie e o refluxo gastroesofágico.

Que remédio é bom para boca amarga?

O remédio e a forma de tratamento ideal para a boca amarga vai depender de sua causa principal. Diante de certas abordagens, o uso de medicamentos específicos não é necessário, e sim a mudança e a adesão de certos hábitos no cotidiano.

Veja algumas das principais abordagens para a acabar com a boca amarga:

Melhora da higiene bucal

Uma vez que a negligência dos bons cuidados com a higiene bucal é uma das principais causas da boca amarga, uma das principais formas de tratar essa condição é a otimização dessas medidas.

Bem como, para uma boa higiene bucal é necessário aderir às boas técnicas de escovação, associando com o uso diário do enxaguante bucal e do fio dental.

A realização da higiene bucal deve se basear em uma escovação precisa feita com uma escova de cerdas macias e com um creme dental com flúor. A escovação deve ser feita ao menos 2 vezes ao dia nos intervalos entre as refeições.

A escovação noturna é considerada a mais importante, uma vez que nesse período há a redução da salivação, deixando a zona bucal mais suscetível à proliferação de microrganismos.

Deve-se ressaltar que a escovação não é suficiente para prevenir problemas bucais, tal como a boca amarga. É necessário que esse bom hábito esteja alinhado aos demais. O uso do fio dental e do antisséptico bucal devem acompanhar uma dessas escovações, sendo a duração do bochecho de ao menos 30 segundos.

A boa higiene oral também é capaz de reverter casos de baixa imunidade e candidíase oral.

Por fim, para uma ainda melhor limpeza bucal, realizar o tratamento de profilaxia  (limpeza profissional) pode ajudar nessa ação preventiva.

Dieta saudável e equilibrada

Tendo em vista os casos em que a boca amarga tem relação com complicações no estômago, como a gastrite e o refluxo gastroesofágico, as orientações alimentares são essenciais para que haja a reversão desse caso.

Geralmente, esses problemas estão associados além da boca amarga, a sensação de estômago cheio, queimação e mau hálito.

Esses sintomas característicos comumente aparecem depois das refeições e após se alimentar de comidas com alto teor de gordura e que costumam exigir mais do sistema digestivo.

Logo, a alimentação deve evitar esse tipo de alimento e se basear em alimentos leves, de fácil digestão, além de priorizar refeições em menores porções (medida que também deve ser aderida por gestantes com esse problema).

Ademais, dentre outros cuidados necessários nesses casos está o uso de medicamentos inibidores da bomba de próton, como o pantoprazol e o omeprazol. Se deitar logo após refeições pode ser um problema, tal como a obesidade, o tabagismo e o alcoolismo podem ser fatores de risco.

Vale ressaltar que por uma boa alimentação há o melhor desempenho do sistema imunológico, prevenindo ainda mais essa incidência, além de sua importância para o sucesso de processos por quimioterapia e radioterapia.

Ajustes na medicação

Seguindo a linha de raciocínio da prevenção e do tratamento da boca amarga, a medicação vai ser prescrita de acordo com a causa por trás desse quadro. Entre os exemplos de medicamentos que podem ser citados estão tipos específicos de antibióticos e antifúngicos.

No entanto, há certos tipos de remédios que motivam a incidência do gosto amargo na boca.

Entre esses medicamentos estão antidepressivos, suplementos vitamínicos, além de certos tipos de antiarrítmicos e antibióticos. Além da boca amarga, nesse caso, alterações no paladar podem ser decorrentes desse tipo de medicação e das substâncias que esses remédios compõem.

Desse modo, ao perceber esses efeitos colaterais por essa medicação, é necessário recorrer ao médico especialista para que haja a substituição deste fármaco ou a prescrição de uma nova dose.

Boa hidratação

Um bom consumo de água atua diretamente na prevenção e no tratamento da boca amarga, isso tendo em vista a sua ajuda na reposição de saliva e na limpeza da zona bucal.

Dessa forma, o consumo ideal de água, que é de 2 litros diários, é capaz de trazer benefícios como a redução do mau hálito, prevenção a incidência de cáries, tal como da gengivite, e auxiliando no tratamento da boca seca.

Portanto, ao contribuir com os fatores bucais principais para o aparecimento do gosto amargoso na boca, há também a contribuição desse bom hábito para o controle da boca amarga.

Vale ressaltar a importância de uma boa hidratação para o tratamento desse problema quando relacionado a gravidez, a resfriados.

Remédio caseiro para boca amarga

Água morna e sal

Entre as principais receitas caseiras que envolvem o tratamento da boca amarga está o gargarejo com água morna e sal. Essa abordagem possui característica antimicrobiana, proporcionando o controle de microrganismos (germes, fungos e bactérias), e impedindo infecções. Tal como, também atua como desinfetante.

Ademais, essa mistura tem potencial higiênico para a garganta. É indicada para casos de boca amarga que sejam advindos de gripes, resfriados, rinite e sinusite.

Basta acrescentar 1 colher de sopa de sal em 1 copo com água morna. Logo, misture bem até o sal ficar indistinto. Assim feito, bocheche a solução pelo máximo de tempo que conseguir e cuspa em seguida. O indicado é que esse processo seja feito ao menos 2 vezes ao dia.

A mesma receita pode ser usada para água morna e bicarbonato de sódio, tendo as mesmas propriedades.

Diante a uma dessas debilidades do sistema respiratório, não deixe de recorrer ao médico, uma vez que essa receita é apenas para amenizar os sintomas da boca amarga. Demais sintomas como mal-estar, febre e dificuldade de engolir podem indicar que o caso já envolve uma infecção e requer a prescrição de antibióticos.

Chá de camomila

Assim como a mistura de água e sal, e a de água e bicarbonato de sódio, o chá de camomila também possui efeito desinfetante, bactericida e antimicrobiana. Com isso, seu gargarejo é capaz de colaborar para que a inflamação não se agrave.

Dessa forma, acrescente 2 colheres de chá de flores e folhas de camomila em 1 xícara de água fervente, conservando o líquido em um recipiente tampado por um período de 10 minutos. Logo após o tempo estimado, coe e espere o chá ficar morno para realizar o bochecho. Repita o gargarejo ao menos 2 vezes ao dia.

Outra forma que a camomila pode ter para combater a sensação de boca amarga é em sua forma spray, que também é uma receita caseira e que requer a adição de linhaça para um melhor resultado.

Por sua vez, o spray pode ser feito por meio da infusão de 500 ml de água fervente com flores de camomila e de 500 ml com água fervente com sementes de linhaça e colocar a solução em um borrifador e guardar na geladeira. Use quando precisar.

Chá de gengibre

A ingestão do chá de gengibre pode ser feita em pequenos goles durante o dia. O gengibre é uma raiz que apresenta grande potencial para o tratamento da boca amarga, agindo estimulando a salivação e beneficiando o processo digestivo.

Para preparar essa bebida basta colocar 2 cm da raiz de gengibre em uma panela com 1 litro de água para ferver e deixar por cerca de 10 minutos. Assim que fervida, coe e beba ao longo do dia.

visitas regulares ao dentista

Visitas regulares ao dentista

As visitas periódicas ao dentista são essenciais para que haja a ação preventiva adequada a esse problema, o seu diagnóstico e tratamento precoce.

Uma vez feitas regularmente, essas visitas podem fazer com que a boca amarga seja tratada em sua fase inicial, impedindo complicações de sua causa principal. É também no consultório odontológico que o odontologista é capaz de lhe dar orientações pertinentes a seu caso.

Não hesite em procurar um dentista ou um médico especialista em casos que a boca amarga persista por uma semana.

Lembre-se que esse estado está diretamente ligado à saúde bucal e pode comprometer além do gosto, o hálito e a estética da zona bucal.

Portanto, o plano odontológico DentalVidas tem diversas opções para garantir mais qualidade de vida e um sorriso mais bonito para você e sua família.

Gostou do texto? Tem alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários!

Deixe seu comentário