Aparelho Ortodôntico

O bracket de aparelho é uma das peças fundamentais no aparelho ortodôntico. Além disso ele é constituído também pelo fio ortodôntico, borrachinhas, possuindo ou não anel do dente.

Cada uma dessas peças desempenham um papel essencial no funcionamento do aparelho e nesse post iremos falar mais sobre uma delas.

Portanto, confira mais a respeito no bracket de aparelho no post abaixo:

O que é bracket de aparelho?

O bracket de aparelho é uma das peças principais que compõem o aparelho ortodôntico. Ele é aquela peça que possui um formato quadrado e fica presa ao dente.

Ele é responsável por suportar o fio ortodôntico, que fica preso nele por meio das borrachinhas, ou no caso do autoligado pelo próprio bracket.

Dessa maneira, esse conjunto de elementos é capaz de exercer a força necessária para executar o alinhamento dos dentes.

Além disso, também existe o modelo de bracket que possui um gancho, o qual é utilizado como suporte para a utilização de elásticos ortodônticos, que são utilizados ligando um gancho ao outro.

Além dos ganchos, eles também são utilizados nos mini implantes ortodônticos e em ganchos “feitos” com um pequeno arame, conhecidos como kobayashi. Esse elástico serve para melhorar o encaixe da mordida.

Tipos de bracket de aparelho dental

Tipos de bracket de aparelho dental

A função do bracket de aparelho, independente do modelo, é a mesma, ou seja, ele sempre é utilizado como suporte para os outros elementos do aparelho.

Apesar de executarem a mesma função, os tipos diferentes possuem algumas características que os distinguem uns dos outros.

Desse modo, confira abaixo as opções de bracket de aparelho disponíveis no mercado:

Bracket convencional

O bracket convencional é o que depende das borrachinhas e oferece ao paciente a oportunidade de escolher a coloração delas.

Geralmente é construído por um material metálico, apesar de possuir a chance de existirem suas variantes estéticas confeccionadas por outros materiais.

Nesse modelo, a borrachinha faz a função de prender o fio no bracket para que ele consiga exercer a pressão necessária para o alinhamento.

Desse modo, também há uma pressão maior sobre os brackets, o que muitas das vezes faz com que o tratamento dessa maneira seja mais dolorido.

Esse método perde eficiência quando o elástico perde elasticidade, o que acontece com o tempo. Por isso a necessidade de troca-los a cada mês. É nesse modelo de aparelho que existe a possibilidade de brincar com as cores de aparelho, deixando com sua identidade

Isso resulta na necessidade de visitas com um intervalo de 1 mês para que elas sejam trocadas e realizar ajustes necessários.

Bracket lingual

O bracket lingual é utilizado somente no aparelho lingual, que é o modelo semelhante ao convencional, porém os brackets ficam na parte de trás dos dentes.

Geralmente ele é utilizado por motivos estéticos, visto que o aparelho está completamente escondido pelos dentes ou por razões funcionais, como a prática de esportes, pois o fato de não possuir partes na frente do dente, evita feridas por impactos nesta região.

Devido ao local fica, o bracket de aparelho desse modelo é menor e possui as quinas arredondadas. Isso acontece para que ele não machuque a língua. 

Bracket autoligado

O bracket de aparelho autoligado é o modelo que mais se diferencia dos outros. Isso ocorre pelo fato desse modelo não utilizar borrachinhas.

Isso acontece porque eles utilizam um mecanismo que permite que o fio seja preso ao bracket por ele mesmo, o que dispensa o uso das borrachinhas.

Além do fato de proporcionar uma estética mais agradável, ele garante que o tratamento seja finalizado mais rapidamente e também por não possuir borrachinhas, as visitas ao consultório são feitas em um intervalo maior de tempo.

Bracket estético

Bracket estético

Além das opções listadas acima, com exceção do aparelho lingual, os outros dois possuem alternativas estéticas. Elas são opções que utilizam o mesmo formato de bracket de aparelho, porém construídos de materiais diferentes.

Normalmente, os braquetes são metálicos, porém, a aparência proporcionada pelo aparelho metálico não é do agrado de todos. Por isso, surgiu a necessidade de se desenvolver alternativas estéticas, que oferecem a possibilidade de um tratamento mais discreto.

Desse modo, os materiais utilizados na confecção dos modelos de aparelho estético são:

  • Resina: a resina é um material de cor branca fosca, portanto ele consegue se aproximar da cor dos dentes, garantindo a camuflagem do aparelho.

Eles possuem um valor bem acessível, porém possuem a desvantagem de serem frágeis ao amarelamento. O que faz que ao passar do tempo eles não sejam uma opção tão estética assim.

Além disso, eles possuem uma baixa resistência física, o que pode fazer com que ele se quebre mais facilmente;

  • Porcelana: um dos materiais mais utilizados na odontologia quando se trata de estética.

A porcelana possui uma tonalidade que se aproxima da cor natural dos dentes e além disso, tem propriedades que os dentes naturais possuem, o que a torna uma opção mais atraente.

Esse material possui uma alta resistência ao amarelamento e ao desgaste, mas possui um valor um pouco mais elevado;

  • Safira: esse material é um pouco diferente dos citados anteriormente, pois ao invés de possuir uma coloração esbranquiçada, ele é translúcido.

Desse modo, ele se camufla nos dentes por conta da sua transparência, o que o torna uma ótima opção quando se trata de estética.

Assim como a porcelana, ele também possui uma alta resistência ao amarelamento e ao desgaste, mas possui um valor elevado.

Cuidados com o aparelho

O uso do aparelho fixo exige alguns cuidados adicionais para evitar feridas provocadas por ele e outras complicações.

Portanto, durante o uso do aparelho, é importante tomar os seguintes cuidados:

  • Ter mais cuidado durante a escovação, para garantir que todos os locais sejam alcançados;
  • Utilizar o fio dental, caso haja alguma dificuldade em sua utilização, pode-se utilizar um passa fio;
  • Evitar o consumo de alimentos duros ou muito pegajosos, pois eles podem danificar ou fazer o bracket de aparelho se soltar;
  • Sempre comparecer às consultas e não ultrapassar o período indicado para as consultas, pois isso pode atrasar o tratamento.

O que fazer se o bracket soltar?

Algumas vezes, mesmo sendo o mais cuidadoso possível, pode acontecer do bracket de aparelho se quebrar ou soltar.

Caso isso aconteça, não é necessário se desesperar, pois é completamente normal que isso aconteça.

A maneira correta de proceder quando isso acontece é entrar em contato com o dentista o mais rápido possível para notificá-lo da ocorrência.

Desse modo, ele irá agendar um atendimento o mais rápido possível para que o bracket seja reparado.

Se após a soltura ou quebra do bracket o aparelho estiver te machucando, não é recomendado que tente arrumá-lo por conta própria.

Pois além de poder piorar a situação, existe a possibilidade de ao tentar arrumá-lo, fazer com que ao invés de alinhar os dentes ele tenha o efeito contrário.

Nessa situação, o que pode ser feito é recorrer ao uso da cera ortodôntica até o dia do atendimento.

Ela é uma espécie de massinha que é colocada na ponta do fio metálico para reduzir os danos causados por ele.

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares ao dentista são essenciais para que a saúde bucal seja mantida e para que problemas ortodônticos sejam detectados e tratados desde o início.

É pelas visitas regulares ao consultório odontológico que o dentista consegue avaliar a situação do aparelho do paciente e orientá-lo quanto a adoção de bons hábitos quanto a higienização e alimentação.

É recomendado visitar o consultório odontológico de 6 em 6 meses para efetuar a profilaxia e um check-up, podendo haver exceções em caso de emergências.

O uso de aparelhos faz com que o intervalo entre as visitas seja menor, pois é necessário realizar a manutenção deles.

Portanto, o plano odontológico DentalVidas tem diversas opções para garantir mais qualidade de vida e um sorriso mais bonito para você e sua família.

Gostou do texto? Tem alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários.

               
Artigo anterior

               
Próximo Artigo

Deixe seu comentário