Saúde Bucal

É bem provável que alguma vez na vida você tenha vivenciado o desconforto causado pelo aparecimento da afta.

Você então já deve ter se questionado como curar esse problema mais rápido e se livrar do mal-estar que ele causa.

Veja aqui o que é afta, quais são suas principais causas e como tratar de uma vez por todas:

O que é afta?

Afta é o nome dado para pequenas úlceras arredondadas e esbranquiçadas ou rosadas que aparecem na mucosa bucal. As aftas podem surgir na região das gengivas, beira dos lábios, céu da boca, no interior das bochechas, língua e até mesmo na garganta.

Na maioria das vezes são feridas de 1 cm de diâmetro e de bordas avermelhadas capazes de causar fortes dores e comprometer a alimentação e fala. No geral, essas feridas úmidas podem chegar até 8 milímetros em casos mais graves.

Entre os principais sintomas causados por essa ferida na boca estão: formigamento, ardência, dores e vermelhidão.

A causa da afta é originalmente uma reação inflamatória exagerada resultante do ferimento. Há o acúmulo de células de defesa (glóbulos brancos) no local e assim os sintomas da inflamação como dor e inchaço e futuramente a proliferação de bactérias e infecção.

O aparecimento dessa úlcera tende a persistir até duas semanas, sendo considerada estomatite aftosa recorrente (EAR) em casos de surtos frequentes e em um curto período de tempo.

As aftas normalmente podem não significam algo sério, contudo, caso as feridas sejam recorrentes, demorem mais de uma semana para desaparecer, sejam muito grandes e comecem a aparecer nos lábios, é necessário recorrer urgentemente ao dentista, já que a ferida pode ser sinal de uma doença autoimune, como a herpes labial.

quais são as principais causas da afta

Quais são as principais causas da afta?

As aftas não possuem causa específica, contudo podem ser motivadas por uma série de fatores de risco, entre eles estão:

  •         Má higiene bucal;
  •         Estresse;
  •         Ansiedade;
  •         Tensão;
  •         Traumas;
  •         Hábitos parafuncionais – como morder e mastigar objetos;
  •         Aumento do pH ácido na boca;
  •         Alimentos muito condimentados;
  •         Tabagismo;
  •         Uso de forte medicação;
  •         Fatores genéticos;
  •         Deficiência nutricional (folato, zinco, ferro e vitamina B12);
  •         Fatores genéticos;
  •         Distúrbios gastrointestinais;
  •         Doenças autoimunes;
  •         Sistema imunológico comprometido – baixa imunidade.

Com isso, a ação preventiva do aparecimento das aftas normalmente está associada a adoção de bons hábitos no dia-a-dia, aderindo uma higiene bucal completa e adequada, e uma alimentação saudável, baseada em alimentos ricos em vitaminas e minerais, e restritiva quanto a alimentos muito quentes, duros, ácidos e condimentados.

Afinal, como curar a afta?

O tratamento da afta vai depender da causa principal da ferida e do grau no qual ela se encontra.

Em casos em que essa lesão bucal esteja comprometendo significativamente o bem-estar e qualidade de vida, algumas medidas podem ser tomadas mesmo em casa para que haja uma cicatrização ainda mais rápida da ferida.

É importante que o dentista seja contatado para que haja a prescrição do tratamento ideal para a afta. Remédios caseiros podem ser uma opção para que haja o alívio e a cicatrização da mucosa, mas devem estar entre as indicações do dentista especialista.

Entre as principais formas de tratar a afta estão:

1. Água morna e sal

Realizar bochechos com uma solução de água morna e sal está entre as principais formas de cicatrizar a afta, uma vez que ajuda na desinfecção do local. O sal possui ação bacteriana, ajudando a impedir a infecção.

O indicado é que se coloque 1 colher de café de sal num copo com água morna, realizando bochechos de alguns minutos ao menos 2 vezes ao dia.

2. Água com bicarbonato de sódio

Assim como a solução de água com sal, o bochecho com uma solução de bicarbonato de sódio ajuda na cura da afta. A ação do bicarbonato é aumentar o pH da saliva, impedindo que a zona bucal se torne um local apto para a proliferação de bactérias.

A porção de bicarbonato deve ser a mesma da de sal, devendo o bochecho com a solução ocorrer de 2 a 3 vezes ao dia.

3. Cravo-da-índia

O cravo-da-índia possui propriedades analgésicas e antisséptica, colaborando com uma cura mais rápida da afta e para o desaparecimento das dores, fazendo com que ela reduza com poucos minutos.

O jeito correto de usar o cravo-da-índia é mascando o produto, que irá limpar a extensão da afta e amenizar a dor.

4. Chá preto

O chá preto, por sua vez, conta com uma ação adstringente, eliminando as impurezas presentes na afta e que agravam o seu estado e sintomas. Dessa forma, o chá também irá atuar na promoção de alívio das dores, já que também possui taninos, substância adstringente por trás do potencial de limpeza.

A abordagem indicada é feita pelo uso de 1 sachê de chá preto em uma xícara de água fervente, logo após a deixando repousar para que a água e o sachê fiquem mornos. Dessa forma, aplique-o sobre a região da afta.

5. Leite de magnésia

O leite de magnésia atua controlando e impedindo a proliferação de bactérias, ajudando na cicatrização.

O recomendado é misturar 1 colher de leite de magnésia com 1 copo de água e fazer gargarejos em seguida, algumas vezes ao dia.

6. Iogurte natural

O iogurte natural possui bióticos e probióticos em sua composição, que ajudam a equilibrar o microbiano intestinal e assim toda a flora por trás do sistema gastrointestinal.

Dessa forma, ingerir iogurte natural é extremamente benéfico na ação contra aftas, já que atua no fortalecimento das defesas naturais do organismo e em sua cicatrização quase imediata.

7. Antissépticos

O uso de antissépticos atua controlando o número de bactérias sobre a ferida e a sua evolução com o tempo, evitando a gravidade da doença e prevenindo o desenvolvimento de infecções.

8. Anestésicos locais

Os anestésicos locais são de uso tópico e atuam impedindo a formação e condução do impulso nervoso, controlando as fortes dores da ferida temporariamente.

9. Protetores tópicos

Os protetores tópicos podem ser encontrados tanto em forma de gel ou spray e atuam protegendo a afta pela formação de uma película protetora. Essa película também é benéfica por sua promoção de alívio rápida, já que a camada formada impede que haja o incômodo local por fricção.

10. Corticoides tópicos

Os corticoides tópicos podem ser encontrados como géis, pomadas ou cremes, vão atuar contra a irritação, principalmente de causa alérgica. O uso de corticoides vai ser indicado principalmente em casos mais graves da doença.

11. Anti-inflamatórios

Os anti-inflamatórios são a indicação ideal para o controle dos sintomas de inflamação, desinchando e curando a ferida com o tempo. Além disso, os anti-inflamatórios também são eficientes formas de alívio das dores.

Compressas de gelo podem ser usadas já que possuem ação anti-inflamatória.

visitas regulares ao dentista

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares ao dentista são essenciais para que haja a ação preventiva, o diagnóstico e o tratamento de lesões como a afta.

É também pela periodicidade das visitas ao consultório odontológico que tratamentos regulares como a profilaxia (limpeza profissional) e as orientações quanto aos bons hábitos são mantidos.

Mesmo não sendo um problema grave, na percepção da afta o dentista deve ser contatado, para que haja a percepção da possível causa do aparecimento da úlcera.

Por fim, vale considerar que o tratamento da afta pode ser feito em consultório por sessões de laserterapia, que cicatriza pela aplicação de raios laser de baixa potência.

Portanto, o plano odontológico DentalVidas tem diversas opções para garantir mais qualidade de vida e um sorriso mais bonito para você e sua família.

Gostou do texto? Tem alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários.

Leave a comment