Saúde Bucal

A compressa quente ou fria é uma ótima técnica para aliviar dores e diminuir inchaços. Elas também podem diminuir hematomas e aliviar desconfortos, bastante usada após a cirurgia do siso, por exemplo.

Neste texto vamos falar um pouco sobre essas compressas e como o seu uso pode te ajudar.

compressa de agua quente ou fria

Compressa quente ou fria: o que é?

A compressa quente ou fria nada mais é do que uma forma de aliviar dores e inchaços no corpo, uma técnica natural que vem sendo passada de geração a geração. E existem dois tipos de compressas para ser usados em casos diferentes, é importante ter cuidado para saber qual delas usar.

A compressa fria possui efeito analgésico e anti-inflamatório, ótimo para se usar em dores articulares, pancadas e dores crônicas. E a compressa quente é um relaxante muscular natural que trabalha ativando a circulação local.

Vamos aqui explicar detalhadamente sobre cada uma das compressas, como elas são e seus benefícios.

Compressa quente ou fria: compressa fria

Você já deve ter ouvido de sua mãe sobre o uso da compressa, quando levou aquela pancada muito forte que gerou inchaço no local. Pois é, isso porque as compressas frias são recomendadas para aliviar dores de quedas e diminuir o inchaço provocado por ela.

Essa compressa deve ser usada nas primeiras 48 horas após o acidente, esse tipo de trauma pode acabar rompendo alguns vasos. E é o rompimento destes vasos, que permite que o sangue vaze e forme a vermelhidão e os edemas que causam o inchaço.

Ao se deparar com a temperatura fria, esses vasos sofrem espasmos e se contraem diminuindo o fluxo dos respectivos fluidos. Desta forma, o lugar que foi lesionado não acumula líquidos.

Compressa quente ou fria: compressa quente

No caso da compressa quente, ela é ideal em situações infecciosas, onde há inflamações com formação de pus, que se formaram após um trauma não tratado em 48 horas. Isso porque a água quente tem um efeito contrário ao da água fria.

Compressa quente ou fria para tratar a dor de dente

As compressas são muito indicadas pelos dentistas para auxiliar nos tratamentos de problemas bucais.

No entanto, antes de decidir qual compressa usar, você precisa identificar o que é o seu problema, se ele é provocado por alguma infecção ou se tem origem inflamatória, como após cirurgias e traumas.

Ao realizar a extração de dente hematomas e linfas, que são os líquidos que se acumulam e formam os edemas ou inchaços, podem surgir e a compressa fria pode ajudar a aliviar estes sintomas, diminuindo o processo inflamatório.

A compressa quente dilata os vasos e estimula a circulação sanguínea. Ela é mais indicada em situações infecciosas, pois o calor pode drenar o pus que se forma nestas inflamações. Essas compressas também podem ser usadas após a extração de dentes.

compressa quente ou fria

Como fazer as compressas?

Agora que você já sabe os benefícios de usar as compressas, vamos te ajudar a prepará-las da forma correta para que elas alcancem os resultados esperados. Veja como fazer cada uma das compressas e quando cada tipo é indicado.

Compressas quentes

Além de serem ótimas para distensões musculares e dores crônicas, a compressa quente ainda pode aliviar músculos doloridos, congestão nasal, e alguns tipos de problemas oculares, como infecções de ouvido, cólicas menstruais, furúnculos e cistos.

Compressa úmida e quente

Usada para aplicar calor em uma área específica, o calor úmido normalmente é mais eficaz do que o calor seco e por isso essas compressas são indicadas para tratar dores profundas no tecido muscular. Um exemplo de compressa úmida quente é a toalha umedecida com água quente.

Como fazer a compressa úmida quente:

  • Encha uma tigela com água quente.
  • Molhe a toalha nesta água quente, tirando todo o excesso.
  • Dobre a toalha e aplique na área que está sentindo dor.
  • Segure ela na pele por até 20 minutos de cada vez.

Compressa quente e seca

Exemplos deste tipo de compressa incluem uma almofada de aquecimento ou uma bolsa de borracha de água quente.

Como fazer essa compressa:

  • Desta vez, junte um pouco de arroz cru em uma meia longa e limpa. Se não tiver arroz à mão, você pode usar sal. Você também vai precisar de uma fonte de calor, como um forno micro-ondas.
  • Encha o pé da meia com arroz cru.
  • Amarre a parte de cima da meia.
  • E coloque-a no micro-ondas por 30 segundos. Continue aquecendo de 15 em 15 segundos até que ela fique quente.
  • Aplique essa meia na área dolorida por 20 minutos.

Você também pode usar uma colher de metal quente, caso precise aquecer apenas uma pequena área. Tenha cuidado para que a colher não esteja muito quente, para não machucar sua pele.

Evite usar as compressas quentes quando tiver uma lesão recente, como um corte ou entorse muscular. Nestes casos é mais indicado o uso de compressas frias.

compressa quente ou fria para inchaço

Compressa fria

Esse tipo de compressa normalmente é feita com gelo, e pode anestesiar a dor, ela também pode ajudar a limitar qualquer hematoma. O tratamento que usa o frio, diminui o fluxo de sangue na área lesada, reduzindo a inflamação e o risco de danos aos tecidos.

As compressas de gelo são mais eficazes nas 48 horas após a lesão. Acompanhadas de repouso e elevação, as compressas de gelo são muito usadas para tratar lesões esportivas.

Elas devem ser usadas em casos de dor de dente, osteoartrite, lesões recentes, tensões musculares, febre, entorses, hemorroidas, alergias nos olhos, gota, deformações, tendinite ou irritação nos tendões, dores de cabeça e enxaqueca.

No caso de pessoas que costumam ter câimbras ou se tiver feridas abertas e bolhas na pele, esse tipo de compressa não é muito indicado. E não aplique diretamente o gelo na pele, pois pode danificar os tecidos do corpo, causando queimaduras pelo frio.

As compressas frias devem ser usadas no período de 20 minutos de cada vez. Você também pode usar saquinhos de chá de camomila, rodelas de pepino e maçã, soro fisiológico e ervas diversas.

Compressas de saquinhos de sementes

Esses saquinhos podem ser aplicados quentes ou frios e possuem muitas finalidades. Sementes como a linhaça, cevada, alpiste, gergelim, chia, girassol e trigo são as mais usadas em compressas.

E para fazer o saquinho de semente em casa, você precisa de um tecido de algodão, agulha, fios e sementes.

Como fazer as compressas de saquinhos de semente:

  • Corte um pedaço de tecido resistente à alta temperatura.
  • Escolha as sementes que vai usar.
  • Costure o tecido em forma de saquinho e coloque as sementes no meio deste tecido e junte as pontas para amarrar.
  • Tenha cuidado para não exagerar no recheio, pois o saquinho deve ficar maleável.

Para usá-lo quente, coloque o saquinho no micro-ondas por dois minutos.

E no tratamento frio, deixe o saquinho no congelador por duas horas e aplique nas regiões afetadas por 20 minutos.

Para garantir um tratamento eficaz é importante consultar um profissional, para que a compressa seja usada da forma correta em seu caso. Por isso, sempre que sofrer algum dos traumas citados acima procure um dentista ou busque o seu plano, eles poderão te ajudar no tratamento e cuidado da lesão.

O plano odontológico DentalVidas tem diversas opções para garantir mais qualidade de vida e um sorriso mais bonito para você e sua família.

Gostou do texto? Tem alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários!

               
Artigo anterior

               
Próximo Artigo

Deixe seu comentário