Prótese dentária

A coroa no dente é um tipo específico de prótese fixa unitária, ou seja, ela é utilizada para substituir a coroa de um único dente. Ela pode ser fixada sobre um implante ou sobre um resto de dente que ainda esteja saudável e firme para suportá-la.

Esse tipo de prótese pode ser utilizada tanto para substituir os dentes traseiros, como molares e pré-molares, quanto os frontais, incisivos e caninos.

Sendo assim, para saber mais a respeito desse tipo de prótese continue acompanhando o artigo abaixo:

O que é coroa no dente?

A coroa no dente é um dispositivo protético unitário, também chamada de prótese fixa unitária, que assim como o nome sugere, serve para repor um único dente faltoso.

Ela pode ser fixada tanto sobre um implante dentário quanto sobre uma estrutura remanescente de um dente que ainda esteja saudável.

Sendo assim ela costuma ser utilizada apenas para repor um único dente faltoso, e caso o paciente possua mais dentes faltosos é recomendado buscar por outro tipo de prótese dentária.

Para que serve coroa no dente?

A coroa no dente é uma prótese fixa unitária, portanto possui a função de repor um único dente que foi comprometido.

Porém, ela também pode ser utilizada para repor uma coroa danificada e nesse caso ela é fixada sobre o resto do dente, caso ele ainda esteja saudável.

Sendo assim, a coroa no dente é uma forma de restabelecer a estética e a funcionalidade do dente comprometido. Além disso, quando o paciente perde mais de um dente adjacente, ele optar por instalar uma ponte dentária.

A ponte dentária é um tipo de prótese feita para substituir dentes perdidos de forma adjacente e é composta por dentes pônticos e pilares.

Os dentes pilares são coroas dentárias que são instaladas sobre implantes ou sobre restos saudáveis de dentes. Já os dentes pônticos consistem em dentes artificiais que ficam posicionados entre os dentes pilares e ficam presos por meio deles.

Como colocar coroa no dente

Como colocar coroa no dente?

A coroa no dente é um prótese fixa unitária, o que significa que ela é utilizada para repor um único dente que está com sua coroa ou sua estrutura comprometida.

Sendo assim, uma das maneiras de se colocar a coroa no dente é fixando-a sobre a estrutura de um dente que ainda está saudável.

Desse modo, o dente em questão é preparado para ter a coroa dentária fixada sobre ele, e logo em seguida a coroa é cimentada sobre o dente.

Já a outra maneira é fixando-a sobre um implante, que nesse caso pode acontecer de o paciente já possuí-lo. Portanto, caso o paciente não possua o implante, primeiro é necessário realizar sua instalação.

A instalação do implante dentário é feita através de um procedimento cirúrgico que consiste em fixar o implante no osso de sustentação do periodonto do paciente.

O processo de osseointegração, que é o período em que o osso leva para se conformar em torno do implante costuma ser de 6 meses.

Dessa maneira, caso o paciente necessite instalar um implante para realizar a fixação da coroa dentária é necessário que o paciente aguarde o período de osseointegração para fixar a prótese.

Logo, assim que o paciente possui o implante completamente conformado em sua boca, o dentista pode realizar a cimentação da coroa no dente.

Por conta disso, o implante passa a atuar como se fosse uma raiz de dente artificial, servindo como sustentação para a coroa. Além disso, por se tratar de uma prótese fixa, é importante lembrar que apenas o dentista consegue removê-la.

Tipos de coroa no dente

Atualmente existem diferentes tipos de coroa no dente, nas quais cada uma possui suas próprias características.

Desse modo, confira mais a respeito de cada tipo de coroa no dente:

Coroa provisória

A coroa no dente provisória é um modelo de coroa dentária utilizada durante o período em que a coroa definitiva está sendo confeccionada.

Dessa maneira, ela possui um período de vida útil pré-estabelecido devido ao fato de que ela só é utilizada até a definitiva ser confeccionada.

Geralmente, esse tipo de coroa é confeccionado de resina e pode ser confeccionada no próprio consultório odontológico. Além disso, ela é uma forma que o paciente possui de já sair do consultório com um novo dente no lugar do que foi perdido.

Portanto, além de servir como uma medida provisória, ela também serve para devolver a funcionalidade e estética de imediato ao paciente.

coroa no dente metálica

Coroa metálica

A coroa no dente metálica, como o nome sugere, é um tipo de prótese totalmente confeccionada em material metálico. Esse tipo de coroa possui uma alta resistência física e também possui uma alta resistência ao desgaste e à corrosão.

Porém, apesar de toda resistência, ela possui um lado negativo, que é o fato de sua tonalidade metálica contrastar com os dentes naturais. Por esse motivo, ela costuma ser utilizada somente para substituir os dentes traseiros pelo fato de ficarem menos visíveis.

Dessa forma, quando são colocados nos dentes traseiros o impacto estético é menor devido ao fato de serem dentes que ficam mais escondidos.

coroa no dente de porcelana

Coroa de porcelana

A coroa no dente de porcelana é um tipo de coroa dentária confeccionada de porcelana odontológica, que é um material muito utilizado na odontologia.

Ela pode ser confeccionada com a estrutura interna de metal ou com a estrutura interna confeccionada de zircônia.

Ambas possuem uma ótima estética devido ao fato de serem confeccionadas de porcelana. Porém, em alguns casos a estrutura metálica pode acabar interferindo na estética pelo fato de tornar a prótese acinzentada.

Já a estrutura de zircônia não prejudica a estética da coroa dentária pelo fato de a zircônia ser um material esbranquiçado que se assemelha à tonalidade da prótese.

Além disso, a estrutura de zircônia garante que não haja nenhum metal em sua composição, e desse modo permite que pessoas alérgicas ao metal possam utilizá-las.

coroa no dente de resina

Coroa de resina

A coroa no dente de resina é um tipo de prótese unitária fixa confeccionada de resina acrílica. Esse material possui uma ótima estética e um preço bem mais em conta que os outros materiais, fazendo com que ela seja uma opção atraente.

Porém, esse custo baixo possui algumas desvantagens, sendo a primeira delas o fato de esse material também ser utilizado na confecção de próteses provisórias.

Sendo assim, pelo fato de ser utilizado em prótese provisórias não pode se esperar que seja um material muito resistente.

Além disso, por ser um material poroso ele acaba absorvendo partículas de alimentos, o que faz com que esse modelo de coroa tenha uma baixa resistência ao amarelamento.

Essa porosidade faz com que a prótese acumule partículas, o que também pode contribuir para a proliferação de bactérias e para a halitose.

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares ao dentista são importantes para que ele possa avaliar como está a coroa no dente e realizar qualquer tipo de manutenção que seja necessária.

Por meio delas, o paciente também consegue relatar qualquer tipo de sintoma anormal que ele esteja sentindo, e assim o dentista consegue iniciar o processo de avaliação para identificar os problemas.

Ele também consegue garantir que o tratamento de problemas como o tártaro e a cárie, sejam tratados logo em seu início, evitando que se tornem complicações severas.

Além disso, por meio delas também é possível efetuar a profilaxia, que é limpeza profissional dos dentes e deve ser feita de 6 em 6 meses para a manutenção da higiene dos dentes.

Portanto, o plano odontológico DentalVidas tem diversas opções para garantir mais qualidade de vida e um sorriso mais bonito para você e sua família.

Gostou do texto? Tem alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários!

FAÇA SUA AVALIAÇÃO GRATUITA

               
Artigo anterior

               
Próximo Artigo

Deixe seu comentário