Saúde Bucal

O dente do siso é o último dente a nascer e também um dos mais conhecidos, seja de forma negativa ou positiva.

Mas por que esse dente é visto de forma negativa sendo que ele é apenas um dente? Confira mais a respeito no post abaixo:

dente de siso

Dente siso o que é?

O dente do siso é o último dente a nascer na nossa boca, tanto que ele costuma ser popularmente chamado de dente da maioridade.

Esse nome se deve ao fato de nascer por volta dos 18 anos, que é a idade em que as pessoas já são consideradas maiores de idade.

Também chamados de terceiros molares, eles ficam localizados logo atrás dos segundos molares, o que implica que eles são os últimos dentes da arcada.

Isso significa que possuímos 4 dentes do siso, dois superiores e dois inferiores, um em cada ponta da arcada.

E por serem os últimos dentes a nascerem, quando nascem, os outros dentes normalmente já estão posicionados em seus devidos lugares, o que acaba fazendo com que ele atrapalhe o alinhamento de todos os outros dentes.

Apesar de não acontecer em todos os casos, os dentistas quase sempre optam por extraí-lo, devido ao seu potencial de causar estragos no alinhamento dental.

Além disso, atualmente existem pessoas que não possuem nenhum dente do siso ou só possuem alguns.

A explicação para isso se deve a evolução, visto que devido ao fato dele ser removido várias vezes, não possuir uso adequado para ele e muito menos espaço para ele na arcada dentária.

Com quantos anos nasce o dente do siso?

Geralmente o primeiro dente do siso a nascer inicia seu processo de nascimento entre os 15 e 25 anos, podendo variar um pouco.

Ele nasce por volta dessa idade devido ao fato de que ele é último dente, o que faz com que ele só nasça após a arcada adulta estar “completa”.

Arcada dentária adulta

A arcada dentária infantil possui 20 dentes, sendo 8 incisivos, 4 caninos e 8 pré-molares. Sendo assim é possível perceber que não há a presença dos dentes molares na arcada infantil.

Isso ocorre devido ao fato de que eles não estão presentes na dentição decídua, o que significa que eles já nascem como dentes permanentes.

Além disso, a arcada infantil não possui espaço suficiente para os molares, o que também é um fator que contribui para que não exista os dentes molares na arcada decídua.

Sendo assim, devido ao fato de possuir os 12 molares, a arcada adulta possui 32 dentes, porém pelo fato do dente do siso quase sempre ser extraído ou não existir, a arcada adulta acaba ficando com 28 dentes.

dente do siso sintomas

Dente do siso nascendo sintomas

Pelo fato de o dente do siso nascer apenas após os outros dentes já estarem em seus devidos lugares, seu nascimento acaba gerando algumas complicações.

Por essas complicações muitas vezes incluírem o desalinhamento ou apinhamento dos outros dentes, ele acaba sendo extraído.

Desse modo, os sintomas do dente do siso nascendo são:

  • Inflamação da gengiva

Sendo um dos sintomas mais comuns de seu nascimento, a inflamação gengival causa inchaço, vermelhidão e dor no local.

Geralmente isso sempre acontece, portanto, não é tão preocupante. Porém,  devido ao fato de ela deixar o local mais sensível, é importante não descuidar da higiene bucal.

Pois mesmo que incomode na hora da limpeza, o paciente deve sempre manter a boca higienizada devidamente para evitar outros tipos de complicação;

  • Febre

Acompanhando a inflamação, temos a febre como um dos principais sintomas do nascimento do terceiro molar. Ela pode acabar causando indisposição, porém nada muito além disso.

  • Dor

Assim como a inflamação, o nascimento do dente do siso tende a causar bastante dor, tanto na região quanto dores de cabeça e no maxilar próximo ao local onde ele se localiza;

  • Desalinhamento dental

Sendo a maior preocupação dos dentistas, o nascimento do siso, na maioria das vezes acaba atrapalhando o alinhamento dos dentes.

Isso acontece devido ao fato dele ser o último dente a nascer, portanto, quando é chegada a hora de seu nascimento, todos os dentes já ocuparam seu devido lugar.

Isso faz com que ele não tenha lugar para situar-se e isso acaba fazendo com que ele empurre os outros dentes causando o desalinhamento ou até mesmo o apinhamento dentário.

Sendo assim, esse acaba sendo o motivo principal pelo qual ele é extraído mesmo antes de começar a desalinhar os outros dentes.

dente do siso inflamado

O que fazer quando estou com o dente do siso inflamado?

A inflamação do siso também é chamada de pericoronarite, que corresponde a inflamação do tecido ao redor do dente durante seu nascimento.

Essa inflamação acontece quando o siso começa a romper a gengiva, porém devido ao fato de não haver espaço para ele, seu nascimento acaba sendo interrompido.

Isso faz com que a gengiva se rompa apenas parcialmente e parte dela fique presa por cima do dente, causando uma inflamação.

Essa inflamação pode causar dor, inchaço, halitose e gosto ruim na boca.

Sendo assim, o ideal a se fazer quando isso ocorre é procurar um dentista, visto que ele pode orientá-lo da melhor forma possível.

Desse modo, ele poderá indicar uma das formas de tratamento, que são: remoção do dente do siso, remoção do tecido inflamado ou aguardar seu nascimento de forma natural.

Como saber se o dente do siso está nascendo?

É possível identificar o nascimento do siso pelos sintomas que ele causa ao nascer, porém deve-se atentar para não confundir com outra situação.

Dessa maneira, o ideal é procurar um dentista ao sentir qualquer um desses sintomas, pois ele será capaz de identificar o nascimento do siso e recomendar a tomada de alguma ação caso seja necessário.

Porque retiramos o dente do siso?

Assim como foi citado anteriormente, geralmente o dente do siso não tem espaço suficiente para nascer, portanto seu nascimento acaba gerando várias complicações.

Além das possíveis inflamações, dores e infecções, ele quase sempre acaba causando o desalinhamento dos outros dentes.

Devido ao fato de quase sempre provocar o desalinhamento dentário, na maioria das vezes ele é removido para evitar esse problema, mesmo caso ainda não tenha originado nenhum problema.

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares ao dentista garantem ao profissional a possibilidade de avaliar e identificar o nascimento do dente do siso para ver se ele irá causar algum problema.

Além disso, devido a essas visitas o dentista pode recomendar qualquer tipo de ação necessária durante o nascimento do siso além de tratar possíveis casos de pericoronarite.

Elas também garantem a possibilidade de realizar a profilaxia dental, que é a limpeza profissional dos dentes que deve ser realizada de 6 em 6 meses.

Além disso, é apenas por meio da profilaxia que o dentista é capaz de realizar a remoção de indícios de placa bacteriana e tártaro no dente.

As visitas regulares também permitem ao dentista avaliar os hábitos de higiene bucal do paciente e recomendar a melhora ou adoção de novos, caso veja necessidade.

O plano odontológico DentalVidas tem diversas opções para garantir mais qualidade de vida e um sorriso mais bonito para você e sua família.

Gostou do texto? Tem alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários!

               
Artigo anterior

               
Próximo Artigo

Deixe seu comentário