Saúde Bucal

O sorriso perfeito é uma das maiores metas por trás dos procedimentos odontológicos. Muito além da autoestima, dentes bonitos e saudáveis podem trazer uma série de benefícios para a sua qualidade de vida.

Descubra aqui o que fazer para que seus dentes fiquem perfeitos e quais os segredos por trás de uma boca de aparência saudável.

O que são os dentes perfeitos?

Muito se ouve falar sobre os dentes perfeitos, mas afinal quais são os fatores que determinam essa qualidade?

Os dentes são estruturas essenciais para a nossa vida, tendo um papel importante não só quanto à saúde bucal, mas também quanto à saúde bucal, participando da fala, mastigação e deglutição.

Muitos associam o sorriso perfeito a dentes brancos, mas não é somente com a coloração dos dentes que devemos nos preocupar. Para se alcançar dentes perfeitos é necessário se preocupar também quanto ao alinhamento da arcada dentária, o formato e a saúde geral de seus componentes.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) há uma variedade de doenças que podem estar por trás da saúde dos dentes, mostrando que a busca para ter dentes perfeitos não é apenas uma questão estética.

Dessa forma, indo além do fator estético, os dentes perfeitos são aqueles que livres de placa bacteriana, posicionados corretamente e livres de tártaro, cáries e doenças periodontais.

Como ter dentes perfeitos?

O segredo por trás de um sorriso bonito e saudável é justamente a tomada de bons hábitos na rotina, são eles:

Higiene bucal adequada

É através de uma rotina de higiene bucal diária eficiente e completa que é possível se beneficiar de uma limpeza profunda. 

É por meio de uma escovação adequada, da passagem de fio dental e do uso recomendável do enxaguante bucal que se é possível evitar e tratar a tempo a formação de placa bacteriana resultante da alimentação.

A higiene bucal deve seguir as orientações de seu dentista, devendo ser feita de 2 a 3 vezes ao dia.

Entre as possíveis recomendações do dentista estão o uso de uma escova de dentes de cerdas macias, troca da escova de 3 em 3 meses, creme dental fluoretado e enxaguante bucal sem álcool.

É importante lembrar que a higiene bucal não deve-se focar apenas nos dentes, mas também na língua, gengiva, céu da boca e interior das bochechas.

Boa alimentação 

Tal como uma boa higienização, uma alimentação saudável e equilibrada também está entre os fatores a serem observados para alcançar os dentes perfeitos dos sonhos.

Quanto à alimentação, buscando a manutenção da saúde dos dentes, é necessário evitar alimentos ácidos já que tendem a aumentar a acidez da zona bucal e deixar a zona bucal um lugar propício para a proliferação de bactérias.

Alimentos muito açucarados e grudentos também estão entre as restrições na alimentação, já que tendem a ser deixados na dentição pela falta dos cuidados com a higiene bucal e facilitarem a formação de placas bacterianas.

Alimentos pigmentados tendem a manchar os dentes com o tempo caso a higiene não seja feita da forma adequada, devendo ser consumidos com moderação. 

Optar por alimentos saudáveis também é um cuidado para com a saúde bucal, além de que alimentos “detergentes” e fibrosos ajudam na limpeza dos dentes, atuando na remoção de resíduos e bactérias da boca. 

Por fim, alimentos ricos em cálcio como leite, iogurte e queijo atuam no fortalecimento dos ossos, além de combater a acidez bucal.

Visitas regulares ao dentista

As visitas periódicas ao consultório odontológico são essenciais não só para a ação preventiva, mas também para o tratamento de problemas nos dentes.

É por meio do acompanhamento odontológico feito na periodicidade adequada que é possível realizar o diagnóstico e o tratamento de forma precoce, evitando a evolução das complicações.

É também pelas visitas ao dentista que procedimentos regulares podem ser feitos, tal como a profilaxia (limpeza profissional), que deve ser feita ao menos 2 vezes por ano (6 a 6 meses). 

Na busca pelos dentes perfeitos, o dentista pode indicar a realização de algum procedimento específico.

Como deixar meus dentes perfeitos no consultório odontológico?

Existem uma série de procedimentos que podem ser feitos no consultório odontológico e ser capaz de proporcionar um melhor efeito estético e funcional aos dentes. Conheça alguns desses tipos de tratamentos:

Aparelhos ortodônticos

Aparelhos ortodônticos

Uns dos principais problemas que compromete a saúde dos dentes é o desalinhamento e má oclusão dentária. Pessoas que sofrem com dentes desalinhados e encavalados tendem a sofrer não só com a autoestima, mas também com a saúde bucal.

Quando os dentes da arcada não estão posicionados corretamente na arcada, a zona bucal tende a ser um ambiente suscetível a outros tipos de problemas resultantes do acúmulo de placas bacterianas, como cárie e gengivite, fazendo com que seja necessário iniciar o tratamento ortodôntico, logo após a sua percepção.

Hoje em dia, a correção ortodôntica pode ser feita de diversas formas. Existem no mercado vários tipos de aparelhos ortodônticos, podendo eles ser metálicos ou estéticos, que proporcionam um sorriso bonito até mesmo durante o tratamento.

Clareamento dental

O clareamento dental é a solução para quem sofre com dentes manchados e amarelados. É pelo procedimento de branqueamento dos dentes que se consegue devolver harmonia e um aspecto mais natural ao sorriso.

O procedimento de clareamento, assim como o tratamento ortodôntico pode ser feito de diferentes abordagens, sendo elas, a laser em consultório, por moldeiras em casa, ou de forma dual, associando as duas possibilidades. Todas tendo como base o uso de gel clareador, que na maioria das vezes tem como agente o peróxido de hidrogênio. 

Antes de ser encaminhado ao procedimento o paciente passa por um check-up para que a condição da zona bucal e da dentição seja avaliada, selecionando a tonalidade ideal para o sorriso.

lente de contato dental

Facetas e lente de contato dental

Para correções envolvendo o formato dos dentes, a solução fica por conta das facetas e lentes de contato. Ambas possuem como objetivo a cobertura de falhas no dente, se diferenciando apenas quanto a sua espessura.

Se tratam de películas e lâminas finas e ultrafinas usadas para a correção da forma, volume, textura e cor, em casos mais complexos. São recomendadas em casos em que há a necessidade de manutenção da estrutura do dente, corrigindo dentes fraturas, desgastados, lascados e curtos.

Coroas e próteses dentárias

Casos de comprometimento do dente por cárie ou alguma fratura, ou em que há a perda de algum dente são ainda mais prejudiciais para estética e saúde do sorriso. Dessa forma, a coroa ou prótese dentária são as melhores opções de reabilitação.

Enquanto a coroa se trata de um molde ou cobertura colocada sobre o dente original para a substituição da coroa de sua estrutura, a prótese é o dispositivo protético que fará a substituição da parte do dente acima da gengiva.

Ambas podem ser confeccionadas por vários tipos de materiais, uns mais estéticos que outros. 

Normalmente, a colocação da prótese está aliada a colocação de um pino de titânio (implante dentário) que busca proporcionar uma melhor fixação para o dente artificial, isso quando o dentista não pode contar com uma raiz dentária saudável.

Logo, é por meio dos cuidados realizados em casa e no consultório odontológico que se é possível alcançar dentes perfeitos e uma saúde bucal livre de doenças.

O plano odontológico DentalVidas tem diversas opções para garantir mais qualidade de vida e um sorriso mais bonito para você e sua família.

Gostou do texto? Tem alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários!

               
Artigo anterior

               
Próximo Artigo

Deixe seu comentário