Faceta

As facetas dentárias são uma das principais formas de conseguir um sorriso mais branco e mais bonito. 

Conheça aqui o que é faceta dentária, quais são as suas indicações, seus tipos e os seus principais benefícios:

O que são facetas dentárias?

A colocação de facetas dentárias é um dos principais procedimentos estéticos feitos em consultório odontológico. São vários os benefícios por trás, o que justifica as facetas dentárias serem um dos segredos para um “sorriso perfeito”.

As facetas dentárias são próteses finas usadas na reparação de prejuízos quanto à tonalidade, tamanho e formato dos dentes. Também são indicadas para a correção de fraturas e desalinhamentos dentários.

São capazes de renovar a arcada dentária tanto esteticamente quanto ao seu funcional, trazendo melhorias à autoestima e qualidade de vida. Podem ser feitas em resina ou porcelana.

A colocação das facetas dentárias só pode ser feita em consultório odontológico, devendo ser mantidos os cuidados necessários e as visitas ao dentista regulares para que seus benefícios sejam mantidos por mais tempo. Em média, as facetas possuem durabilidade de 10 a 15 anos.

As facetas comumente são confundidas com as lentes de contato dentais, pela similaridade das peças, contudo, as lentes tendem a ter uma espessura mais fina que as facetas, tendo 0,2 a 0,5 mm enquanto as facetas têm em média 0,7 mm.

facetas dentarias como funciona

Como funciona a colocação das facetas dentárias?

A colocação das facetas dentárias é minimamente invasiva, dependendo do material utilizado, da condição da arcada dentária e das correções necessárias. 

Dessa forma, antes do procedimento ser indicado, é necessário ser feita uma consulta prévia com o dentista, para que assim ele possa avaliar a saúde bucal do paciente e se está em condições para receber as próteses finas. Caso o contrário, alguns procedimentos prévios podem ser necessários.

O dentista também avalia, em conjunto ao paciente, qual será o melhor tipo de material a ser utilizado e sua tonalidade.

A sessão de colocar ou cimentar as facetas dentárias é indolor, uma vez que há a aplicação de anestesia local antes de se iniciar o desgaste. Por sua vez, a técnica utilizada na colocação varia de acordo com o material em que foi feita a confecção.

A aplicação de facetas de resina é feita diretamente no esmalte dentário, sendo necessário apenas moldar o material para que seja alcançada a aparência desejada. Enquanto isso, as de porcelanas confeccionadas em laboratório são feitas de forma personalizada, assumindo o formato exato de cada dente que irá ser sobreposto.

Normalmente, o desgaste necessário para se receber as facetas de resina é mínimo. Já a corrosão dos dentes necessária pelas de porcelana é um pouco mais invasiva, isso tendo em vista a sua melhor fixação. Em ambos os casos é levado em conta o planejamento prévio feito pelo dentista e o limite seguro.

Quais são as indicações?

As facetas dentárias podem ser indicadas para uma série de tipos de correções. Contudo, o procedimento é liberado para pessoas acima de 18 anos de idade em que o desenvolvimento das estruturas faciais e bucais já se está completo.

A principal motivação do procedimento é estética, sendo frequentemente a solução de prejuízos que comprometem a aparência dos dentes da frente. Assim, promovem um sorriso mais bonito, nivelado e harmônico ao final do tratamento. Além de melhorarem a sua eficiência e a saúde bucal.

Quanto à solução de manchas nos dentes, é comum que o dentista encaminhe o paciente a esse procedimento quanto o clareamento dental não é capaz de proporcionar um resultado satisfatório.

Além disso, as facetas dentárias podem solucionar problemas como dentes muito pequenos, espaços alongados entre os dentes (diastemas), dentes fissurados e levemente desalinhados.

A aplicação pode ser feita em um ou mais dentes, considerando as possíveis contraindicações.

Quais são as contraindicações?

Antes de se submeter a colocação das facetas dentárias é importante que se tenha em mente quais são as contraindicações do procedimento, entre elas estão:

  • Ausência de uma boa higiene bucal;
  • Pretensão e presença de problemas bucais – tártaro, cárie e gengivite;
  • Casos de má oclusão dental – quando os dentes da arcada dentária superior não tocam todos os inferiores;
  • Dentes enfraquecidos;
  • Deficiência do esmalte dentário dos dentes;
  • Casos de bruxismo (ranger de dentes) e de hábitos parafuncionais (como roer unhas e morder objetos).

Facetas de resina x facetas de porcelana

Facetas de resina x facetas de porcelana, qual a diferença?

Como dito, as facetas dentárias podem ser feitas em resina ou porcelana. Dependendo do material em que são confeccionadas, as facetas assumem características diferentes.

As facetas de resina (cerâmica) tendem a ser as mais indicadas para facetas dentárias, já que é capaz de proporcionar um bom impacto estético, isso com uma boa resistência e por um valor mais acessível. 

Já as facetas de porcelana se destacam das de resina, uma vez que possuem uma estética mais semelhante aos dentes, dando mais naturalidade ao sorriso, uma melhor resistência e durabilidade. Por ser relativamente melhor, possuem um maior valor de mercado.

Além disso, entre as demais diferenças entre os modelos estão o fato de que as de porcelana, em contraste com as de cerâmica, precisam de mais de uma sessão para serem coladas, precisam de ajustes provisórios, possuem resistência a manchas e podem ser reparadas sem a necessidade de substituição.

Dentro dos tipos de facetas, as facetas de porcelana ou cerâmica, as facetas ainda podem ser feldspáticas, o que faz com que sua confecção tenha uma maior translucidez e melhores propriedades óticas, e assim, um aspecto ainda mais natural.

Por fim, as facetas de porcelana podem ser revestidas em dissilicato de lítio, que otimizam a sua fidelidade aos dentes naturais, e em zircônia, o que confere uma maior resistência e também um maior desgaste dos dentes por conta de sua espessura.

Quais são os cuidados necessários com as facetas dentárias?

Independente do tipo de faceta dentária escolhida, é importante levar em conta os cuidados e as orientações do dentista para o tratamento.

Entre os cuidados que devem ser adotados estão:

  • Higiene bucal completa e adequada;
  • Escovação com uma escova de cerdas macias e creme dental fluoretado não abrasivo – de 2 a 3 vezes por dia;
  • Passagem diário do fio dental – podendo estar acompanhado de uma escova interdental;
  • Bochecho diário com enxaguante bucal sem álcool;
  • Boa alimentação – evitando alimentos muito condimentados, açucarados, duros e grudentos;
  • Não fumar;
  • Controle de hábitos parafuncionais;
  • Uso de placas miorrelaxantes em casos de sintomas tardios de bruxismo;
  • Visitas regulares ao dentista – ao menos 2 vezes ao ano (de 6 em 6 meses).

facetas dentarias valor

Quanto custa as facetas dentárias?

O valor final do procedimento com facetas dentárias é variável, e pode alternar de acordo com o tipo de material escolhido, da técnica a ser utilizada, do número de dentes envolvidos. 

Devido aos seus benefícios, o preço das facetas dentárias de porcelana tende a ser mais valorizado em relação às facetas dentárias de resina. Em média, o preço das facetas de resina costuma a ir de R$ 200 (duzentos reais) a R$ 700 (setecentos reais) e o das de porcelana de R$ 1.400 (mil e quatrocentos) a R$ 2.000 (dois mil reais).

Visitas regulares ao dentista

Independente da escolha, as visitas ao dentista devem ter sua periodicidade mantida para evitar danos não só as facetas, mas também aos dentes naturais.

Mesmo sendo considerada uma capa de proteção, essas próteses finas não são capazes de impedir a proliferação de bactérias e as suas complicações. 

Assim sendo, cabe ao dentista dar orientações e recomendações quanto a adesão de bons hábitos, evitando problemas bucais que possam impactar na saúde bucal e no estado das facetas.

Portanto, o plano odontológico DentalVidas tem diversas opções para garantir mais qualidade de vida e um sorriso mais bonito para você e sua família.

Gostou do texto? Tem alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários

FAÇA SUA AVALIAÇÃO GRATUITA

               
Artigo anterior

               
Próximo Artigo

Deixe seu comentário