Saúde Bucal

Higiene bucal é um assunto sério, principalmente quando se trata de crianças.

No período de recesso escolar, os riscos à saúde bucal têm maior influência, por isso, é indicado que os devidos cuidados sejam feitos.

Sendo assim, confira neste artigo dicas para lidar com os pequenos durante as séries e manter a higiene bucal em dia! Tenha uma boa leitura.

Higiene Bucal, por que é importante mantê-lo?

Quando não há o hábito de higienizar os dentes e demais partes da cavidade oral, a criança fica a mercê de bactérias e possíveis problemas no futuro.

A partir de uma boa higiene bucal o risco de desenvolvimento de problemas bucais e dentários é diminuído.

Outro fator importante é o de que às más condições de higiene bucal causam doenças bucais, que, por sua vez, pode evoluir para diferentes tipos de enfermidades (ou agravá-las), por exemplo, doenças cardiovasculares e diabetes.

Além disso, não é só as crianças que precisam tomar o devido cuidado. Doenças bucais estão relacionadas de forma direta com o fumo, o consumo de álcool e a má alimentação.

De modo que há estudos científicos que comprovam que a saúde bucal está ligada a saúde geral, já que a boca tem uma interrelação com as demais partes do corpo.

higiene bucal para crianças
Mãe e filha escovando os dentes.

Higiene bucal para crianças

Com o passar dos anos, crianças passam a ter uma nova forma de higienizar seus dentes, afinal, enquanto são bebês, contam com a ajuda dos pais e acessórios próprios para a idade.

Por isso, entenda que elas possuem todos os dentes de leite aos três anos de idade, chamada também de dentição primária.

Quando as crianças atingem por volta dos seis anos de idade, é dado o início da dentição permanente, que é quando a criança perde a dentição primária, dando lugar a esse tipo de dentição.

É comum que haja espaço entre os dentes de leite, mas não é motivo de preocupação. Afinal, eles têm como um dos objetivos, o de abrir caminho para que os dentes permanentes se estabelecem, que ocorre até os 13 anos de idade.

Portanto, é neste período que é preciso ter atenção para que não haja a possibilidade de que a criança desenvolva algum distúrbio quando estiver mais velha.

Problemas mais comuns na boca

Desde já, confira aqui alguns problemas bucais que são considerados como os mais comuns de se desenvolver:

Cárie

É quando ocorre a desintegração do dente provocada pela higiene inadequada, exagero no consumo de doces e carboidratos.

Além dessas, há também complicações de doenças que diminuem a quantidade de saliva na boca, por exemplo, pessoas em tratamento quimioterápico ou radioterápico para o câncer.

Mau hálito

Apesar de ter várias causas, dentre as principais temos: higiene bucal inadequada, quando não há adequada e falta do uso do fio dental).

Doenças bucais como a gengivite também estão inclusos. Porém, a ingestão de alimentos como, alho ou cebola, o uso de tabaco e produtos alcoólicos.

Além de que distúrbios como o da boca seca (Xerestomia), doenças sistêmicas como câncer, diabetes, problemas com o fígado e rins, causam o problema.

Gengivite e Placa bacteriana

Citada acima, trata-se de uma inflamação da gengiva provocada pela placa bacteriana, que é um conjunto de bactérias que coloniza a cavidade bucal.

A placa bacteriana é capaz de se fixar, principalmente, em regiões de difícil limpeza, como a região entre a gengiva e os dentes ou a superfície dos dentes por trás, o que provoca cáries e a formação de tártaro.

Tártaro

Também é um problema relacionado com a placa bacteriana que é o que promove o endurecimento da mesma na superfície dos dentes.

Para evitar esses problemas, deixo aqui algumas dicas para prevenir.

higiene bucal dicas
Odontopediatra dando dicas de como manter a higiene da cavidade oral.

Higiene bucal, dicas para mantê-la em dia

Apesar das crianças serem mais frágeis, as dicas abaixo servem também para jovens e adultos, afinal, saúde bucal é de importância para todos. Vamos a elas:

Cuidado redobrado:

Durante as férias, é comum que os responsáveis pelas crianças acabem cedendo ao pedido delas por doce, de modo que haja uma flexibilização comparado em períodos normais, como os de aula.

Com isso, quando há excesso em doces e carboidratos, pode ocorrer de que o açúcar desses alimentos, entre em contato com a placa bacteriana, e assim cria uma camada fina que irá envolver o dente, com substâncias ácidas que atacam o esmalte dentário.

Esse processo aumenta as chances de surgir cáries.

As crianças que ainda não atingiram a maturação completa do desenvolvimento dos dentes são mais suscetíveis ao problema. Por isso, é recomendável evitar os excessos e fazer a higiene bucal em até 30 minutos após a ingestão dos alimentos.

Tenha um rotina de higiene bucal

O primeiro passo para manter a saúde bucal é ter um hábito de fazer a higienização,

Por isso, é importante que seja criado uma rotina, que precisa ser seguida à risca, de higiene bucal.

Dessa forma, mesmo que os horários da criança mudem por causa das férias, ela ainda estaria seguindo um cronograma já previsto.

Tenha em mente de que não é porque a criança está de férias que as práticas de limpeza podem ser relaxadas.

Portanto, mantenha o uso da escova e do fio dental, além do enxaguante – quando recomendado –, para garantir uma boca saudável.

Além disso, produtos de higiene bucal para crianças precisam ser específicos, na dúvida, busque ajuda de um odontopediatra.

Em casos de acidentes

Quando o assunto é crianças, tudo é possível, inclusive, acidentes. Nesse caso, um aliado para ajudar a conter os danos, é ter um plano odontológico, afinal, ele poderá ajudar a tratar e cuidar da emergência odontológica.

Além disso, é preciso também manter a calma. Feito isso, busque o centro odontológico mais próximo ou um cirurgião-dentista.

Isso porque em casos de acidentes, por exemplo, há uma possibilidade de que não haja a formação completa dos dentes, além de que manchas e perda precoce do dente decíduo aconteçam.

Por fim, após algum tipo de acidente, higienize o local com soro fisiológico. Caso o dente tenha saído do lugar, procure e o coloque em um recipiente higienizado e vá para o atendimento odontológico.

Consulte um cirurgião-dentista

Não é só em casos de emergências odontológicas ou acidentes que deve se procurar por esse tipo de profissional.

Segundo o CROSP (Conselho Regional de Odontologia de São Paulo) é recomendado que durante as férias sejam marcadas consultas com o profissional.

O objetivo dessas consultas é de que haja o devido acompanhamento na formação dos dentes da criança, bem como evitar possíveis problemas bucais, como os já citados.

Dever dos pais

Assim como as crianças, os pais também precisam ter uma boa higiene bucal. No entanto, as crianças merecem uma atenção maior, pois estão em processo de aprendizado.

Por isso, desde criança, ensine a escovar os dentes, limpá-los e afins. Isso faz com que a dentição perfeita surja desde a primeira infância, com os cuidados específicos.

Os frutos disso, você colha na vida adulta, em que os dentes saudáveis garantem benefícios para a criança, inclusive autoestima.

Crianças com dentes fortes e saudáveis serão, provavelmente adultos com dentição permanente saudável.

Portanto, é de responsabilidade dos pais, de educar os pequenos com esse hábitos de higiene bucal.

Além disso, busque criar o hábito de uma dieta saudável e equilibrada, com pouco açúcar e amido, e estimule visitas ao dentista de forma regular.

Escolha o creme dental ideal

Apesar de parecer algo irrelevante, a escolha do creme dental é de extrema importância para a criança.

Por isso, na hora de escolher o creme ou gel dental o ideal, leve em conta a aparência, o sabor e outros detalhes que despertem o interesse da criança, além deles, observe também se ele atende as necessidades da faixa etária da criança.

Por fim, não deixe a criança ingerir o produto, e o uso somente com a supervisão de um adulto.

Agora que já sabe de dicas que irão fazer a diferença para a higiene bucal do seu filho e a sua, consulte nossos planos odontológicos DentalVidas e garanta qualidade e saúde para você e sua família.

Gostou do texto, tem alguma dúvida, sugestão ou crítica, deixe abaixo nos comentários!

Leave a comment