Saúde Bucal

A leucoplasia é uma condição que afeta as mucosas bucais e que geralmente não causa nenhum incômodo além do surgimento de placas e bolinhas na língua e bochechas.

Desse modo confira mais a respeito do que é, o que causa, quais os sintomas e como tratar a leucoplasia:

O que é leucoplasia?

A leucoplasia é uma condição que afeta as mucosas bucais, causando o surgimento de placas ou bolinhas brancas no interior da bochecha, língua e nas gengivas.

Essa condição é o resultado do crescimento excessivo das células, o que acaba causando o surgimento de bolinhas e placas nas mucosas bucais.

A aparência dessas lesões pode variar, porém geralmente elas possuem uma coloração esbranquiçada, bordas grossas e superfície rígida.

Banner "conheça os planos dentalvidas"

Quais os sintomas da leucoplasia?

A leucoplasia, na maior parte das vezes, diz respeito a uma lesão benigna, porém ainda há alguns pouquíssimos casos em que a leucoplasia é câncer.

Geralmente quando associada à presença de câncer, há o surgimento de pequenas bolinhas avermelhadas sobre as lesões na boca causadas pela leucoplasia.

Ademais, os sintomas dessa condição geralmente são o surgimento de placas esbranquiçadas, rígidas e com as bordas irregulares.

É importante lembrar que assim como mencionado anteriormente, podem aparecer pequenas bolinhas avermelhadas sobre a superfície dessas lesões e elas geralmente indicam a presença de células cancerígenas.

Porém, não devemos nos autodiagnosticar, sendo assim, é recomendado buscar atendimento profissional para que ele possa avaliar as lesões e dar o diagnóstico preciso.

E a leucoplasia pilosa?

A leucoplasia pilosa é uma variação da leucoplasia que atinge pessoas que estão com o sistema imunológico mais debilitado.

Ela é responsável por manifestar manchas brancas no interior da boca semelhantes a pêlos e que podem acabar sendo confundidas com a candidíase na boca.

Esse tipo de leucoplasia é derivado de infecções do vírus Epstein-Barr, que permanece no corpo por toda a vida, alternando entre ativo e dormente de acordo com o sistema imunológico do paciente, semelhante ao vírus da herpes.

Sendo assim, os pacientes portadores da AIDS possuem uma maior possibilidade de desenvolver essa condição por conta de possuírem o sistema imunológico mais debilitado.

Por essas pessoas serem mais propensas a desenvolverem os sintomas, ela pode ser um sinal de que o paciente está infectado pelo HIV.

Porém, assim como a convencional, é importante não se autodiagnosticar e procurar um médico para avaliar a situação.

como identificar

Como identificar?

Na presença de sinais e sintomas da leucoplasia é importante que o paciente procure um médico ou um dentista para avaliar a situação.

A partir da avaliação clínica o profissional será capaz de dar o diagnóstico definitivo. Caso haja a suspeita de câncer, o profissional poderá pedir a realização de uma biópsia das lesões.

Dessa forma será possível confirmar ou não se há a presença de células cancerígenas.

Quais as causas da leucoplasia?

A leucoplasia é uma condição que não possui uma causa específica, portanto não é possível afirmar com certeza qual a causa dela.

Porém, sua causa geralmente está associada a hábitos que podem provocar a irritação e inflamação das mucosas bucais, como:

  • Consumo de bebidas alcoólicas e cigarro;
  • Mascar tabaco;
  • Morder as bochechas e a língua;

Como fazer o tratamento?

A leucoplasia pode ser tratada de suas formas diferentes, seja com o uso de medicamentos sistêmicos ou a partir do uso de medicamentos tópicos.

Geralmente os medicamentos sistêmicos consistem na prescrição de alguns antivirais para conter a ação dos vírus no organismo.

Já o uso de medicamentos tópicos consistem em remédios que devem ser aplicados diretamente sobre as lesões para controlar seu surgimento.

Ambos os tratamentos conseguem interromper os sintomas, porém sem a continuação do tratamento as lesões podem retornar.

Como prevenir?

Para prevenir a leucoplasia é importante que o paciente evite o consumo de bebidas alcoólicas e de tabaco, tanto o de mascar quanto o de cigarros.

Além disso, também é recomendado melhorar a alimentação, adicionando mais frutas, legumes e verduras a sua dieta para que não haja nenhum déficit vitamínico.

Também é importante que o paciente procure um atendimento com um profissional o mais rápido possível ao perceber qualquer um dos sintomas da leucoplasia.

Caso seja confirmada a suspeita, será possível iniciar o tratamento para o seu controle e evitar que apareçam mais lesões na boca.

Visitas regulares ao dentista

Assim como dito anteriormente, através das visitas regulares é possível realizar a profilaxia dentária, que é a limpeza profissional dos dentes.

Nesse procedimento é realizada também a remoção da placa bacteriana e a raspagem do tártaro, o que garante ao paciente a possibilidade de prevenir complicações derivadas desses problemas.

As visitas regulares também garantem que o paciente possa relatar qualquer desconforto que esteja sentindo e permite que o dentista possa realizar uma avaliação para verificar se está tudo em dia com a saúde bucal.

Através delas o profissional também pode avaliar a higienização bucal do paciente de modo que garanta que ele possa oferecer dicas a respeito de como higienizar os dentes da maneira correta.

Dessa forma, os planos odontológicos DentalVidas te auxiliam com a cobertura das visitas e também na hora de realizar as marcações dos seus atendimentos.

Sendo assim, o plano odontológico DentalVidas tem diversas opções para garantir mais qualidade de vida e um sorriso mais bonito para você e sua família.

Gostou do texto? Tem alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários.

Banner "conheça os planos dentalvidas"

               
Artigo anterior

               
Próximo Artigo

Deixe seu comentário

Qual o melhor remédio para dor de dente? SAIBA AQUI Quais são os tipos de lesão bucal? DESCUBRA AQUI Cores de aparelho que não desbota? Veja aqui quais são! Qual o melhor remédio para mau hálito? Confira a lista Invisalign: descubra quais são as vantagens do aparelho Como ter os dentes perfeitos dos sonhos? CONFIRA Descubra os tipos de piercing na boca e como cuidar Conheça as causas por trás do DENTE TORTO
Qual o melhor remédio para dor de dente? SAIBA AQUI Quais são os tipos de lesão bucal? DESCUBRA AQUI Cores de aparelho que não desbota? Veja aqui quais são! Qual o melhor remédio para mau hálito? Confira a lista Invisalign: descubra quais são as vantagens do aparelho Como ter os dentes perfeitos dos sonhos? CONFIRA Descubra os tipos de piercing na boca e como cuidar Conheça as causas por trás do DENTE TORTO