Saúde Bucal

A mandíbula estalando é um dos sintomas mais comuns de problemas bucais, que podem envolver não só a saúde dos dentes, mas também das estruturas ósseas e articulações.

Conheça aqui quais são as principais causas dos estalos da mandíbula e o como tratar:

Mandíbula estalando, o que é?

A mandíbula, juntamente a maxila, formam o maxilar, a estrutura frontal do crânio que suporta os dentes e que forma uma parte do palato, cavidade nasal e órbita ocular.

Enquanto a maxila é a parte superior, a mandíbula se trata do maxilar inferior, e é a parte do osso que comumente sente os estalos.

A mandíbula estalando, por sua vez, pode ser causada por uma série de complicações, sendo as principais as chamadas disfunções da atm, que atingem as articulações temporomandibulares.

As articulações temporomandibulares são responsáveis por conectarem o maxilar e os ossos envolvidos nos movimentos da boca. Em casos de disfunções, a pessoa percebe a mandíbula estalando quando abre ou fecha a boca, havendo certa dificuldade durante a fala, mastigação e até mesmo em bocejar.

Essas junções podem se desgastar diante a frequência de hábitos como roer unhas, pressionar a mandíbula, mastigar chicletes e morder lábios e bochechas.

Além disso, os estalos da mandíbula podem ser causados por problemas mais graves, como o bruxismo. Caso o maxilar estalando for acompanhado de dores agudas ou moderadas, o médico deve ser consultado o quanto antes.

causas da mandíbula estalando

Quais são as principais causas da mandíbula estalando?

Como dito, existem várias causas da mandíbula estalando, devendo o dentista ser consultado para que a causa por trás do sintoma seja descoberta o quanto antes. Veja quais são as principais:

Disfunção Temporomandibular (DTM)

É considerada uma disfunção temporomandibular ou disfunção têmporo mandibular qualquer problema que comprometa a saúde da ATM. Comumente esse problema é identificado quando não há o bom funcionamento e a boa realização dos movimentos da boca.

A DTM geralmente está associada a problemas clínicos e é resultante do mau posicionamento do disco articular que se encontra desgastado, deslocado ou que que esteja bloqueando de alguma forma a realização da movimentação da mandíbula.

O problema também pode estar associado ao estresse e ansiedade, que associados são causas do ranger de dentes (bruxismo). Depressão, síndrome do pânico, traumas na região dos maxilares, cabeça ou pescoço, má oclusão dos dentes, roer unhas e morder objetos duros também estão entre as causas na ATM.

A disfunção têmporo mandibular pode ocorrer em qualquer idade, sendo mais recorrente na infância e em momentos de estresse intenso.

Por fim, é importante que alguns sintomas sejam observados para facilitar o diagnóstico pelo dentista, como dores de cabeça, mandíbula, zumbido no ouvido, dor atrás dos olhos e dores no pescoço, mandíbula flácida, travando e saindo do lugar facilmente.

A mandíbula estalando é um dos últimos sinais a serem percebidos e pode possuir uma série de tipos de tratamento que variam pela causa identificada. Entre as possíveis abordagens estão o corte de maus hábitos, controle do estresse, uso de placas miorrelaxante, fisioterapia e medicação prescrita pelo odontologista. Em casos mais graves, uma abordagem cirúrgica pode ser recomendada.

Bruxismo

O bruxismo é uma atividade parafuncional que compreende o hábito de ranger e apertar os dentes, sendo mais comum durante o sono.

O hábito de pressionar os dentes pode ser silencioso ou capaz de produzir sons. O distúrbio pode ser causado por problemas respiratórios (ronco e apneia do sono), estresse, ansiedade e o uso de alguns medicamentos antidepressivos.

O bruxismo acompanha o adulto e a criança pelo resto da vida, uma vez que não tem cura. Contudo, é tratável. Por sua vez, o tratamento pode ser feito pelo uso de placas de proteção de acrílico, evitando problemas na ATM e que os dentes sejam desgastados.

Bruxismo

O tratamento do sono também pode ser feito por mastigar antes de dormir, evitar alimentos estimulantes, aplicar calor nas mandíbulas, evitar contato com aparelhos celulares próximo das horas de dormir, controlar estresse por técnicas de relaxamento e uso de remédios caseiros e relaxantes musculares.

Artrite

A artrite é uma doença que pode estar por trás de danos e/ou na cartilagem da articulação temporomandibular, comprometendo diretamente os movimentos da mandíbula. Pode ser causada por traumatismo, alterações no sistema imune por predisposição genética, desgaste natural da articulação e excesso de peso.

Também chamada de osteoartrite, é caracterizada pela inflamação e deformação de articulações (mãos, pés, pescoço, joelhos), causando dor, vermelhidão local e dificuldades nos movimentos. Assim como o bruxismo, é uma complicação que não tem cura, mas pode ser tratada.

O tratamento da artrite pode se basear no uso de certos medicamentos com prescrição médica, por sessões de terapia e de exercícios. Casos mais complexos podem requerer um procedimento cirúrgico.

Má oclusão dentária

Má oclusão dentária ou o alinhamento anormal da dentição se trata da alteração no encaixe do arco superior e inferior. Problemas de oclusão podem trazer prejuízos para dentes, gengivas, ossos, músculos e articulações.

Na maioria dos casos, o desalinhamento é causado pelos dentes superiores sobrepondo levemente os inferiores.

O tratamento é mediado pelo dentista especialista e pode ser feito pelo uso de aparelhos ortodônticos ou, em casos mais complexos, pela cirurgia ortognática.

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares ao dentista são essenciais para que o diagnóstico do problema e o seu tratamento sejam feitos de forma precoce.

Vale destacar que o tratamento considera a causa principal da mandíbula estalando e deve ser feito o quanto antes para evitar complicações.

Para aliviar a dor a aplicação de compressa de gelo, relaxamentos musculares, medicamentos como analgésicos e anti-inflamatórios podem ser prescritos pelo dentista. Optar por alimentos mais leves também pode evitar incômodos e está entre as possíveis orientações do profissional.

Portanto, o plano odontológico DentalVidas tem diversas opções para garantir mais qualidade de vida e um sorriso mais bonito para você e sua família.

Gostou do texto? Tem alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários!

               
Artigo anterior

               
Próximo Artigo

Deixe seu comentário