Saúde Bucal

O que é ATM? Essa é uma pergunta muito comum, já que a Articulação Temporomandibular se trata de uma estrutura não muito conhecida. As articulações que fazem parte da ATM, estão diretamente ligadas ao osso da mandíbula e ao osso do crânio.

É fundamental para execução da fala e mastigação, além do bocejo. Isso porque está por trás da realização dos movimentos de abrir e fechar da boca.

Conheça aqui sobre a ATM e suas demais particularidades. Boa leitura!

O que é ATM?

A ATM – Articulação Temporomandibular se trata do grupo de músculos e articulações que são responsáveis pelos movimentos do maxilar, e estão por trás da fala e mastigação. É um conjunto flexível em que os músculos controlam esses movimentos.

Em casos de DTM – disfunções temporomandibulares, que se tratam de problemas crônicos envolvendo essa estrutura, a ida ao médico deve ser feita de imediato. Bem como, há o aparecimento de dificuldades ao comer e falar, e assim, prejuízos na qualidade de vida.

Por trás deste transtorno estão maus hábitos e momentos de estresse constantes que afetam a ATM diretamente e trazem, e além disso, uma série de outras complicações.

Entre os hábitos envolvidos estão a má postura, o ranger de dentes e o roer unhas. Além disso, a depressão e a ansiedade podem estar por trás do estresse, assim como o bruxismo do hábito de ranger os dentes.

A ATM também se trata de uma articulação sinovial, já que é responsável pela comunicação entre uma extremidade óssea e outra. Logo, está suscetível a dores, inflamações e degeneração de suas partes duras e moles.

Como funcionam os movimentos da ATM?

A ATM, por trás dos movimentos da boca, funciona de duas maneiras. A primeira forma se trata do movimento de abre e fecha que se assemelha a uma dobradiça.

Já a segunda é o de deslizamento, denominado translação, em que a mandíbula realiza um movimento de baixo para frente. Esse movimento colabora com o deslocamento da ATM para trás e para frente, assim como o de um lado para outro para a realização das ações básicas.

As complicações da ADM

Como dito, a ATM, como qualquer articulação do corpo, pode ser danificada e prejudicada de alguma forma. Com isso, pode se machucar, inchar e trazer dores intensas.

Dessa forma, se compromete os movimentos da mandíbula, podendo fazer com que a dor evolua e vá para a cabeça, e até mesmo os ombros.

Mesmo que a incidência de uma fresta no disco articular não seja algo comum, o disco ainda pode se mover e assim, levando a fortes dores e inchaço. A artrite da ATM também é algo raro, requerendo um tratamento além da medicação por anti-inflamatórios como é para a do joelho e quadril.

Contudo, na grande maioria das vezes, a dor e o incômodo na ATM não são duradouros, passando com o tempo. Esses sintomas podem ter seu tratamento através de métodos que abordam gelo e calor para amenizar a dor nos músculos e ligamentos.

o que é atm na odontologia
A principal relação da ATM com a odontologia é por conta do bruxismo e de seus danos à arcada dentária.

O que é ATM na odontologia

A ATM na odontologia muitas vezes está ligada à sua relação com o bruxismo. Um dos principais hábitos motivados por esse transtorno é o ranger de dentes, que por sua vez traz uma série de complicações à arcada dentária, como desgastes e perda gradual de sua estrutura.

Ademais, vale destacar que o bruxismo e o ranger de dentes em si está relacionado a momentos de estresse. Para o tratamento, o uso da placa miorrelaxante e o acompanhamento multidisciplinar entre o dentista e o psicólogo fazem a abordagem mais indicada.

O ranger de dentes sem ligação direta com o bruxismo se torna danoso à saúde bucal em caso de dentes desalinhados que se friccionam constantemente entre eles, isso pelos movimentos da boca.

Logo, a dor na ATM pode se originar não somente na articulação e seus ligamentos, mas também na arcada dentária.

Como identificar os problemas na ATM?

Geralmente as complicações que atingem a Articulação Temporomandibular se demonstram de forma bem aparente, sendo perceptíveis em desordens nos movimentos mecânicos da boca. Além dessa interferência, também pode se sentir as dores e perceber as disfunções, como a DTM, nos ouvidos.

Quanto a DTM, alguns de seus sintomas principais envolvem: dores de cabeça, no ouvido, pressão atrás dos ouvidos, sensação de desencaixe nos movimentos da boca, estalos, dor ao realizar esses movimentos, e flacidez dos músculos da mandíbula.

Os sintomas da DTM são variados, entretanto, é necessário que seu dentista realize um diagnóstico preciso, uma vez que as demais disfunções da ATM também apresentam sinais semelhantes. Se levará em conta a história médica e dentária completa, além de um exame clínico e de exames de radiografia específicos.

Por fim, os sintomas dessas disfunções costumam se assemelhar também à cefaléia (enxaqueca) e ao resfriado, enfatizando ainda mais a necessidade de um diagnóstico. Além dos sinais, se atente também a sua frequência e constância.

Como prevenir danos na ATM?

Uma vez que as disfunções na ATM estão ligadas, em suma, a momentos de estresse, medidas como terapias psicológicas, verificando ainda se há relação com distúrbios mentais como a ansiedade e a depressão.

Em casos mais graves e de dor crônica, pode se encaminhar o paciente para uma terapia cognitiva comportamental

Para a prevenção dos problemas físicos gerais que podem atingir a Articulação Temporomandibular é necessário realizar uma consulta com um cirurgião-dentista. Isso, com a finalidade de que se avalie um acompanhamento com um especialista em DTM.

Durante a sessão, é necessário que o paciente participe diretamente da avaliação, dizendo qual é o incômodo para uma detecção mais eficiente e rápida.

Diante de sintomas como dor na musculatura, apertamento dentário, estalos e ranger de dentes a Sociedade Brasileira de Disfunção temporomandibular e Dor orofacial (SBDOF) possui especialistas à disposição.

o que é atm dentista
O tratamento dos distúrbios da ATM pelo dentista visa amenizar as dores e os impactos na dentição.

O que é a ATM e o tratamento de suas disfunções pelo dentista

Para cada disfunção na ATM há um tipo de tratamento. Assim que especialista diagnostica o seu tipo, há a indicação dos passos a serem dados com o tratamento, que visam amenizar o desconforto.

Dentre esses tratamentos está o uso de uma placa de mordida e o acompanhamento multidisciplinar envolvendo profissionais dentistas, psicólogos e também neurologistas e fisioterapeutas.

Com efeito, evitar hábitos como o uso de estimulantes à noite e mastigar chicletes, além de ter uma vida ativa e reservar tempo para atividades de lazer na rotina, fazem parte da ação preventiva desses problemas.

Quanto a DTM, o tratamento pode incluir a aplicação de calor úmido, medicação por relaxantes musculares, analgésicos e anti-inflamatórios, placa de bruxismo, técnicas de relaxamento e cirurgia na articulação caso os demais não tragam resultados

Visitas regulares a clínica odontológica

As visitas regulares ao dentista, da mesma forma que os bons hábitos de higiene bucal, são essenciais para manter os dentes saudáveis e também para o bom estado da ATM. É pela realização dos exames de rotina que se previne as suas complicações.

As técnicas de escovação, o uso do creme dental com flúor, do fio dental e do enxaguante bucal, por sua vez, são responsáveis por reverterem os desgastes no esmalte dentário que são causados por um dos distúrbios na Articulação Temporomandibular.

O indicado é que a avaliação da ATM seja feita ao menos 2 vezes no ano, realizando assim a manutenção de um sorriso saudável, de uma mastigação e fala correta, e assim uma melhor qualidade de vida.

Não procure o dentista especialista apenas quando a situação piorar e os sinais se intensificarem.

Portanto, o plano odontológico DentalVidas tem diversas opções para garantir mais qualidade de vida e um sorriso mais bonito para você e sua família.

Gostou do texto? Tem alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários!

               
Artigo anterior

               
Próximo Artigo

Deixe seu comentário