Saúde Bucal

Que a tosse seca proporciona um desconforto indesejado não é novidade para ninguém.

Dessa forma, para se livrar do problema é importante considerar algumas medidas para revertê-lo o quanto antes.

Veja aqui o que é bom para tosse seca e como tratá-la:

O que é tosse seca?

Antes de saber como revertê-lo, é importante se contextualizar quanto ao sintoma.

Tosse seca, também conhecida como tosse não produtiva, é um tipo de tosse que não produz catarro ou muco. É uma tosse irritativa, sem expectoração ou produção de secreções ao tossir.

Pode ser causada por irritação na garganta, infecções virais, asma, alergias ou mesmo mudanças de temperatura e ar seco. Normalmente é uma tosse aguda que dura poucas semanas, mas pode se tornar crônica em algumas condições.

Costuma provocar dor de garganta, cansaço no peito ou dores musculares por tossir com frequência. O tratamento depende da causa base, podendo envolver diferentes medicamentos como antitussígenos, broncodilatadores, corticoides, antibióticos e antialérgicos.

 É importante identificar a origem da tosse seca para definir o tratamento adequado para a condição inflamatória, infecciosa ou outra que está causando o sintoma. A hidratação também ajuda nos casos de irritação por ar seco. Portanto, apesar de comum, a tosse seca deve ser avaliada por um médico para diagnóstico e tratamento corretos.

Homem jovem apresentando tosse seca.

Afinal, o que é bom para tosse seca?

A tosse seca é um sintoma desconfortável que pode surgir por diversas razões, como irritação na garganta, alergias, infecções respiratórias ou condições crônicas.

Quando nos deparamos com esse incômodo, a busca por soluções eficazes torna-se essencial.

Confira estratégias e remédios que podem ser adotados para aliviar a tosse seca:

1. Hidratação adequada

Manter-se bem hidratado é fundamental para o alívio da tosse seca. Beber líquidos, como água, chás de ervas e sopas, ajuda a manter a garganta úmida e alivia a irritação. Evitar bebidas cafeinadas e alcoólicas, que podem contribuir para a desidratação, é uma prática recomendada.

2. Umidificação do ambiente

Ambientes secos podem agravar a tosse seca. O uso de um umidificador pode ser útil para manter a umidade do ar, proporcionando alívio à garganta. Certifique-se de limpar regularmente o umidificador para evitar o acúmulo de germes.

3. Gargarejo com água salgada

Um gargarejo com água morna e sal pode ajudar a reduzir a irritação na garganta. Isso ajuda a soltar o muco e aliviar a sensação de secura. Repita esse processo várias vezes ao dia, conforme necessário.

4. Pastilhas e balas mentoladas

Pastilhas e balas mentoladas podem proporcionar alívio temporário da tosse seca, pois ajudam a entorpecer a garganta e a reduzir a sensação de irritação. Certifique-se de escolher opções sem açúcar para evitar a piora do desconforto

Banner "conheça os planos dentalvidas"

5. Inalação de vapor

A inalação de vapor, seja por meio de um banho quente ou inaladores específicos, pode ser eficaz para aliviar a tosse seca. O vapor ajuda a umedecer as vias respiratórias e a reduzir a irritação na garganta.

6. Mel e limão

A combinação de mel e limão é um remédio natural conhecido por suas propriedades calmantes. O mel possui propriedades antibacterianas, enquanto o limão fornece vitamina C. Misturar uma colher de chá de mel com suco de limão em água morna pode ser reconfortante

7. Xaropes expectorantes

Xaropes expectorantes ajudam a soltar o muco, facilitando sua eliminação. Certifique-se de escolher um xarope adequado para tosse seca, e siga as instruções do fabricante.

8. Consulta médica

Se a tosse seca persistir por mais de algumas semanas, é aconselhável procurar orientação médica. O profissional de saúde poderá realizar uma avaliação completa e recomendar tratamentos específicos, caso seja necessário.

Em resumo, a abordagem para aliviar a tosse seca envolve uma combinação de cuidados com o ambiente, hidratação adequada e o uso de remédios caseiros ou medicamentos específicos. Cada pessoa pode responder de maneira diferente, então é importante ajustar as estratégias conforme necessário. Caso a tosse persista ou se torne mais severa, a orientação médica é essencial para identificar a causa subjacente e determinar o tratamento mais apropriado.

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares ao dentista são decisivas para a manutenção dos cuidados com a arcada dentária. Isso porque é pelas visitas ao consultório que o paciente tem acesso aos benefícios de tratamentos como a profilaxia (limpeza profissional).

É também por essa periodicidade que o dentista consegue avaliar o estado da dentição, detectar e tratar problemas em sua fase inicial. Pelas avaliações são passadas orientações para com a adesão de bons hábitos da higiene e alimentação.

O indicado é que a frequência seja mantida ao menos 2 vezes ao ano (de 6 em 6 meses).

O plano odontológico DentalVidas tem diversas opções para garantir mais qualidade de vida e um sorriso mais bonito para você e sua família!

Gostou do texto? Tem alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários.

Banner "conheça os planos dentalvidas"

               
Próximo Artigo

Deixe seu comentário

Qual o melhor remédio para dor de dente? SAIBA AQUI Quais são os tipos de lesão bucal? DESCUBRA AQUI Cores de aparelho que não desbota? Veja aqui quais são! Qual o melhor remédio para mau hálito? Confira a lista Invisalign: descubra quais são as vantagens do aparelho Como ter os dentes perfeitos dos sonhos? CONFIRA Descubra os tipos de piercing na boca e como cuidar Conheça as causas por trás do DENTE TORTO
Qual o melhor remédio para dor de dente? SAIBA AQUI Quais são os tipos de lesão bucal? DESCUBRA AQUI Cores de aparelho que não desbota? Veja aqui quais são! Qual o melhor remédio para mau hálito? Confira a lista Invisalign: descubra quais são as vantagens do aparelho Como ter os dentes perfeitos dos sonhos? CONFIRA Descubra os tipos de piercing na boca e como cuidar Conheça as causas por trás do DENTE TORTO