Bruxismo

A placa miorrelaxante é uma das abordagens presentes no tratamento do distúrbio do bruxismo, estando as formas de alívio mais indicadas. 

Veja aqui tudo o que você precisa saber sobre o uso da placa miorrelaxante e como realizá-lo de forma correta:

O que é placa miorrelaxante?

A placa miorrelaxante, placa para bruxismo, placa de mordida ou placa para ATM, nada mais é do que um dispositivo móvel, de acrílico ou silicone usado para impedir o choque e evitar os danos causados pelo ranger de dentes do bruxismo.

O bruxismo, por sua vez, se trata de um distúrbio que além do ranger e apertamento dos dentes, pode estar por trás de sintomas como dentes soltos e desgastados, dores na extensão da boca, mandíbula e cabeça. 

Normalmente, os sintomas característicos do bruxismo são percebidos pela manhã, já que o hábito parafuncional ocorre pela noite.

As causas do bruxismo podem ser físicas, genéticas ou psicológicas, sendo estresse, ansiedade, problemas de oclusão, refluxo estomacal e reação a certos tipos de medicamentos.

É importante que assim que percebido os sinais, o dentista seja constatado para evitar danos mais graves como a deterioração do tecido gengival e do osso circunvizinho, e ainda a síndrome da articulação têmporo-mandibular (ATM).

A placa miorrelaxante é feita sob medida no consultório odontológico, devendo ter um encaixe perfeito seja na arcada superior ou inferior. Pelo uso correto da placa miorrelaxante, também problemas como extrusões e migrações dentárias, necrose do nervo de algum dente, deslocamento de restaurações antigas, problemas de mordida aberta anterior podem ser evitados.

Por fim, a placa de mordida é indicada para todos os graus de bruxismo, do leve, moderado ao grave. É pela placa miorrelaxante que há a proteção dos dentes em meio ao surto, o alívio da ATM – Articulação têmporo mandibular, e o relaxamento da musculatura.

Como funciona o uso da placa miorrelaxante?

O uso da placa miorrelaxante, assim como ocorre em demais tipos de tratamentos, deve ser feito de forma correta e seguir as orientações do dentista.

Para que o tratamento com a placa miorrelaxante seja iniciado, o ideal é que se recorra ao dentista para que seja feito uma avaliação clínica e o diagnóstico do problema. 

Após a detecção do problema o odontologista irá fazer um molde da arcada dentária e indicar qual o melhor tipo de placa para o caso. Seja silicone ou resina acrílica, o que é levado em conta é a capacidade da placa de conter a força do contato entre os dentes.

Uma vez que a placa deve ser usada por mais de 30 dias deve se considerar ainda mais o ajuste nos dentes e a resistência, rigidez e durabilidade do material. Levando isso em conta, a resina acrílica é a melhor opção.

Hoje em dia, o processo de confecção da placa miorrelaxante é tecnológico e simplificado, podendo os moldes serem feitos digitalmente e concretizados por scanners intraorais, além de poderem ter sua fabricação feita por impressoras 3D.

Quanto tempo dura o tratamento com a placa de bruxismo

Quanto tempo dura o tratamento com a placa de bruxismo?

O tempo definido para o uso e a duração do tratamento com a placa vai depender da percepção e recomendação do dentista. 

Tendo em vista que os surtos de bruxismo geralmente ocorrem no período da noite, geralmente a indicação é que o uso da placa seja feito sempre durante o sono. Contudo, em casos mais complexos e diante do período em que as crises são mais intensas, o uso também pode ser feito durante o dia.

É importante que em meio ao uso o paciente se atente quanto a higienização da placa, evitando o acúmulo de microrganismos. O indicado é que a higiene seja feita ao menos 1 vez ao dia, com uma escova de cerdas macias separada e detergente neutro, já que o creme dental possui partículas micro abrasivas que danificam o aparelho funcional.

O ideal também é que o manuseio da placa seja feito com cuidado, além de seu armazenamento devido na caixinha.

Pelo uso correto se evita danos e que ela deva ser trocada antes do período de troca estipulado pelo dentista, que está entre 6 a 12 meses.

Quais são os tipos de placa miorrelaxante?

A escolha da placa miorrelaxante leva em conta as particularidades de cada caso. Conheça quais são os tipos disponíveis:

Placa de acrílico – placa de bruxismo rígida

A placa de bruxismo rígida é feita em acrílico transparente e em acabamento externo liso. 

É justamente por sua rigidez que é considerada a melhor indicação em casos de bruxismo cêntrico (em que não há desgaste dos dentes) e excêntrico (em que há desgaste), já que é mais resistente a perfurações. É também a de uso mais comum.

A estrutura da placa de bruxismo possui um espaçamento que impede que a boca se feche, permitindo o relaxamento dos músculos da mandíbula. Possui também superfícies externas lisas, evitando a livre movimentação das mandíbulas e o travamento da oclusão em posição inadequada.

Entre as demais indicações da placa de resina acrílica então dores esporádicas, tratamento da DTM – disfunção têmporo mandibular, ortodontia com aparelhos e reabilitação oral.

Placa de silicone – placa de bruxismo macia

A placa de bruxismo macia é feita em silicone transparente, tendo uma maior flexibilidade em comparação ao modelo rígido. 

Ao contrário da indicação da placa de acrílico, a de silicone é indicada para promoção de alívio dos sintomas característicos de DTM por bruxismo. Seu uso não é indicado em casos de bruxismo na ausência de disfunções da ATM.

É muito importante que o uso da placa miorrelaxante seja feito de forma correta, já que pode ter favorecido o efeito contrário quando não seguidas as orientações do dentista. 

É importante considerar que por ser macia, a placa de silicone é mais suscetível a danos e perfurações, devendo o cuidado com o acessório ser redobrado e não ser feito o seu uso de forma prolongada. 

Outro fator que deve atenção é o fato desse modelo ser poroso, o que facilita a proliferação de microrganismos e bactérias. A higiene deve ser feita de forma adequada e seguindo as orientações do dentista.

Qual é o preço da placa miorrelaxante?

O preço da confecção de uma placa de mordida é bastante variável e irá depender da clínica odontológica e do dentista escolhido.

Além disso, o preço também varia quanto ao material, tendo a placa de acrílico um valor mais valorizado. A média de preço da placa de acrílico é de R$ 500 (quinhentos reais) enquanto a placa de silicone é de R$ 250 (duzentos e cinquenta reais).

Qual é o preço da placa miorrelaxante

Visitas regulares ao dentista

As visitas ao consultório odontológico devem ser regulares para que problemas como o bruxismo sejam diagnosticados e tratados em sua fase inicial.

No caso do bruxismo, é importante ter em vista que a utilização da placa é somente uma promoção de alívio e o seu tratamento está diretamente ligado à causa principal do problema. Entre as possíveis formas de tratamento estão ajustes de medicações, consultas com psicólogos e fisioterapeutas.

As visitas ao dentista devem ser feitas ao menos 2 vezes ao ano (de 6 em 6 meses), tendo o paciente acesso aos benefícios de um acompanhamento odontológico adequado.

O plano odontológico DentalVidas tem diversas opções para garantir mais qualidade de vida e um sorriso mais bonito para você e sua família.

Gostou do texto? Tem alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários!

               
Artigo anterior

               
Próximo Artigo

Deixe seu comentário