Prótese dentária

O protocolo dentário é uma prótese utilizada para repor todos os dentes de uma arcada, além disso ela garante ao usuário um uso mais confortável devido a estabilidade que ela promove.

Quer saber mais sobre o protocolo dentário, seus tipos, vantagem, além do valor? Confira nosso post!

O que é protocolo dentário?

O protocolo dentário é um tipo de prótese dentária que tem o objetivo de repor totalmente os dentes de uma arcada. Logo, por ser uma prótese total, ela só pode ser utilizada quando o paciente perdeu todos os dentes de uma arcada dentária.

Sendo assim, o protocolo dentário é responsável por repor os dentes faltosos de modo que garanta a devolução da estética e das funcionalidades que antes eram exercidas pelos dentes, além de proteger a gengiva de danos derivados de sua exposição

Esse dispositivo protético é fixado sobre implantes, que podem aparecer em diferentes quantidades, sendo que normalmente são utilizados de 4 a 6 implantes para sua fixação.

Portanto, diferentemente de outras próteses totais, como por exemplo a dentadura que apresenta problemas de estabilidade, o fato do protocolo ser fixado sobre implantes garante a ele uma alta firmeza, o que promove ao paciente mais confiança ao realizar atos cotidianos.

Isso ocorre pelo fato de os implantes serem fixados no próprio osso de sustentação do periodonto, o que faz com que eles permaneçam firmes durante a alimentação, fala e ao sorrir.

Ela, assim como seus implantes, também pode ser confeccionada de diferentes materiais, a fim de garantir ao paciente a possibilidade de escolher entre um tratamento esteticamente mais agradável ou mais em conta.

O que é protocolo dentário

Materiais de confecção do protocolo dentário

O protocolo dentário pode ser confeccionado em alguns tipos de materiais, que por sua vez possuem diferentes características, portanto eles têm vantagens e desvantagens.

Os materiais disponíveis para a confecção atualmente são:

Resina com estrutura metálica

Semelhante a outros tipos de prótese feitos de resina, esse modelo também possui o custo mais acessível que as demais opções.

A resina consegue garantir uma aparência semelhante aos dentes naturais, porém essa prótese possui seus lados negativos, que algumas vezes a torna uma opção não tão agradável.

O metal presente em sua estrutura algumas vezes fica aparente, o que pode ser um pouco desagradável esteticamente.

Além disso, a resina é um material muito poroso, sendo assim ela acaba absorvendo mais facilmente partículas, o que reduz sua resistência a manchas.

A prótese confeccionada em resina também possui é mais suscetível ao desgaste que os outros materiais e por isso possui uma vida útil menor.

Porcelana com estrutura metálica (metalocerâmica)

A porcelana odontológica é um material reconhecido por sua alta capacidade de se assemelhar aos dentes por conta de suas propriedades semelhantes.

Ela possui um preço mais alto que a de resina, mas ela garante uma estética mais agradável, além de possuir uma durabilidade e resistência maiores.

Esse material também possui uma alta resistência ao amarelamento e a manchas, o que também contribui para sua alta vida útil.

Porém, assim como a de resina, sua estrutura também é feita de metal e isso faz com que ela ainda possua uma certa desvantagem estética. Além disso, essa estrutura metálica pode causar reações em pacientes alérgicos aos componentes metálicos.

Porcelana com estrutura em zircônia (metal free)

Assim como o modelo metalocerâmico, este também possui uma alta resistência ao amarelamento e ao desgaste, o que contribui para sua longa vida útil.

Desse modo, a diferença desse protocolo dentário está em sua estrutura, que é feita de zircônia. Esse material garante que este modelo seja mais discreto que a estrutura metálica.

Além disso, outra grande vantagem presente nessa estrutura está no fato de não possuir nenhum metal em sua composição, o que garante que ela possa ser utilizada sem problemas por pacientes alérgicos ao metal.

A grande desvantagem desse modelo está em seu preço, que é mais alto que  os outros modelos citados anteriormente.

O que é implante dentário?

Assim como foi citado anteriormente, o protocolo dentário é fixado sobre implantes. Porém, o que são esses implantes?

O implante dentário é uma estrutura fixada no osso de sustentação do periodonto que serve de suporte para futuras próteses dentárias.

Sendo assim, eles exercem uma função semelhante à raiz do dente e garantem estabilidade aos futuros dispositivos protéticos.

Por serem suportes que ficam em contato direto com o osso, músculos e sangue, além de ficar exposto o tempo todo ao ambiente úmido da boca, precisam ser confeccionados por materiais resistentes ao enferrujamento e que sejam biocompatíveis.

Desse modo, os materiais utilizados em sua confecção são o titânio e a zircônia que possuem os requisitos necessários.

A maior diferença entre eles é a estética, sendo que o titânio tem uma aparência metálica e a zircônia é um material que possui um aspecto semelhante ao dos dentes.

Higienização

O fato do protocolo dentário ser um dispositivo protético e não se tratar de dentes naturais pode levar ao pensamento de que não exige tantos cuidados com a higiene, porém, a prótese também pode acumular bactérias e causar complicações pela falta de cuidados, porém isso não quer dizer que seja difícil realizar sua limpeza.

Para sua higienização é necessário manter a escovação normal dos dentes juntamente com o uso de fio dental. Além disso, para limpar o espaço entre a prótese a gengiva pode-se utilizar uma escova interdental, pois ela consegue se encaixar nesse espaço de maneira simples.

Também pode-se utilizar jatos de água para auxiliar na limpeza, e para complementá-la, além de garantir que está sendo efetuada de maneira correta, é recomendado realizar a profilaxia regularmente.

Além de realizar a higienização correta, o paciente deve retornar ao consultório para avaliação e manutenção, caso necessário, da prótese dentária.

Vantagens e desvantagens do protocolo dentário

O protocolo dentário é fixado sobre implantes, por isso um dos pré-requisitos para sua instalação é a presença de implantes. Caso o paciente não possua nenhum, é necessário colocá-los.

Caso o paciente tenha que realizar a implantação é necessário esperar o tempo de cicatrização do implante, o que pode demorar alguns meses.

Para isso o paciente deve passar por uma análise rigorosa a fim de definir se ele possui o volume ósseo necessário para a implantação.

Se o osso de sustentação do periodonto não possuir a densidade necessária para a implantação, o paciente precisará passar por um processo de enxerto ósseo para atingir o requisito.

As maiores vantagens relacionadas ao uso desta prótese são:

  • Maior estabilidade e conforto ao comer e falar;
  • Previne feridas na gengiva causadas pelas próteses móveis;
  • Prótese fixa de fácil higienização;
  • Boa aparência.

Protocolo dentário preços

Protocolo dentário preço

O preço da prótese dentária como um todo é bem variada, não sendo indiferente o protocolo dentário, que não possui valores fixos, de modo que a variação de seu preço está ligada a região onde o procedimento de instalação será realizado,  material de confecção, dentista e clínica escolhida.

Além disso, a necessidade ou não da instalação de implantes também influenciam no valor final desta prótese.

Por este motivo, um plano odontológico e uma avaliação de um especialista pode ser de grande ajuda na hora de obter o melhor preço para a instalação desta e outras próteses.

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares ao dentista são essenciais para que haja a avaliação e a manutenção do protocolo dentário.

Além disso, é pelas visitas ao consultório odontológico que é feita a ação preventiva e se é possível corrigir problemas nos implantes o quanto antes.

Elas também garantem que você tenha acesso a avaliação e as orientações quanto à adoção de bons hábitos, sendo essencial para a ação preventiva.

Mantendo a periodicidade das idas ao consultório odontológico por outros tratamentos essenciais, como a profilaxia (limpeza profissional), que deve ser feita em a cada 6 meses.

Portanto, o plano odontológico DentalVidas tem diversas opções para garantir mais qualidade de vida e um sorriso mais bonito para você e sua família.

Gostou do texto? Tem alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários!

               
Artigo anterior

               
Próximo Artigo

Deixe seu comentário