Saúde Bucal

Você sabe qual tipo de próteses escolher? A prótese dentária pode ser necessária por vários motivos. É necessário em caso de perda de um ou uma fileira de dentes, pois a má mastigação dos alimentos pode levar a problemas no trato gastrointestinal. Além disso, causa defeitos na pronúncia de vários sons e problemas nas gengivas. Pode ocorrer uma deformação gradual da dentição, devido à degradação do tecido ósseo da mandíbula.

A prótese dentária dá a oportunidade de voltar a sorrir amplamente, sem ter vergonha de ter um dente perdido ou danificado. As possibilidades da prótese dentária são muito amplas hoje, e para cada paciente o dentista encontram uma solução que se adapta especificamente às suas necessidades.

O que é uma prótese dentária?

Uma prótese dentária é um dispositivo artificial, como um implante, ponte, dentadura ou coroa, criado para substituir dentes perdidos e melhorar a aparência de dentes danificados.

Próteses bem confeccionadas não causam desconforto, e o paciente passa a percebê-las como seus próprios dentes. Primeiramente, a cavidade oral é preparada para próteses, se necessário, um dentista trata e sela os dentes, remove o tártaro e a placa. Em seguida, eles fazem um gesso. Quando a prótese está pronta, ela é experimentada, pois deve encaixar perfeitamente, sem distorcer a mordida e ser o mais confortável possível. Só então pode ser consertado.

Que tipo de prótese escolher?

As clínicas hoje em dia oferecem uma ampla gama de serviços de próteses dentárias que permitirão a qualquer pessoa recuperar um belo sorriso. Em primeiro lugar, as próteses são divididas em removíveis e não removíveis. Próteses removíveis podem ser utilizadas em caso de ausência total ou parcial de dentes. Próteses dentárias removíveis podem ser facilmente instaladas na cavidade oral e removidas pelo paciente. Após a remoção, o processamento higiênico das próteses é fácil. Este é o ponto positivo dessa prótese. Os dentes ficam limpos, os restos de comida são extraídos deles. A princípio parece penoso, mas depois esse procedimento se torna um hábito. As próteses dentárias não removíveis são fixadas com firmeza e sua limpeza não difere da escovação comum. Hoje essa opção é a mais indicada.

Próteses dentárias removíveis

Próteses parcialmente removíveis. Essas próteses são fixadas à gengiva e aos dentes verdadeiros. As próteses de acrílico, as mais comuns, são bem leves. Para instalá-los, não é necessário ranger os dentes, pois são fixados com o uso de ganchos especiais. O material é plástico acrílico, que não tem contraindicações. Essas próteses têm um preço bastante acessível.

As próteses de nylon tradicionais têm eficácia comprovada apenas no caso de restauração de pequenos segmentos da dentição. Na ausência de dentes, não são adequadas, pois são muito elásticas e não distribuem adequadamente a carga mastigatória, atrofiando ainda mais o osso e a crista alveolar em que se agarram. A principal desvantagem é que essas próteses são caras. Além disso, eles não podem ser ajustados.

As dentaduras de grampo, é uma estrutura de metal fundido coberta com uma camada de acrílico. Os dentes artificiais são instalados na estrutura. A estrutura metálica permite distribuir uniformemente a carga durante a mastigação. A prótese de grampo ocupa menos espaço na cavidade oral. Essa prótese pode ser fixada com ganchos, micro-travas, coroas telescópicas.

Próteses totalmente removíveis. Uma prótese removível é a melhor solução para quem perdeu completamente os dentes. É composto por uma base e os dentes confeccionados em materiais selecionados pelo paciente. A base pode ser de plástico, metal ou nylon. Os dentes são de acrílico, nylon ou poliuretano. A prótese é confeccionada de acordo com as características fisiológicas da cavidade oral do paciente, o que implica uma fixação confiável da estrutura. Com o tempo, quando a fixação primária apertada estiver ligeiramente enfraquecida, podem ser necessárias ventosas ou um corretivo de creme especial.

Próteses não removíveis

Existem uma variedade de coroas dentárias, incluindo coroas de metal, coroas de porcelana fundida em metal e coroas sem metal. As coroas de cerâmica metálica, são fortes e acessíveis. Sua vantagem é uma aparência estética. Coroas sem metal, como cerâmicas prensadas, coroas de zircônia ou coroas de óxido de alumínio, parecem mais naturais, mas o custo é drasticamente mais alto

As pontes dentais, também conhecidas como próteses parciais fixas. Na ausência de vários dentes, uma chamada ponte é criada, onde as coroas são soldadas. Dependendo do tipo de instalação, eles são de vários tipos. Existem pontes baseadas em dentes naturais. Com este método de fixação, a ponte é montada nos dentes restantes. Existem pontes baseadas em implantes. Este tipo de ponte é montado em implantes dentários. Normalmente, uma coroa é fixada em um único dente.

Quais cuidados devem ser tomados?

O principal cuidado referente à utilização de qualquer prótese dentária diz respeito à sua correta higienização. Seja fixa ou móvel, o paciente deve higienizá-la após todas as refeições.

Isso porque, mesmo sendo confeccionadas em um material sintético, as próteses podem acumular placas bacterianas. Consequentemente, são causados problemas gengivais.

Outro cuidado importante é a visita regular ao consultório odontológico, para a devida manutenção da prótese. Cada material utilizado na construção das diferentes próteses tem um tempo de duração e deve ser substituído, garantindo a manutenção da funcionalidade e da integralidade da peça.

 

               
Próximo Artigo

Deixe seu comentário