Especialidades

O acompanhamento do desenvolvimento dos primeiros dentes da dentição possui uma grande importância para a saúde bucal da criança. É por meio da proximidade do dentista e da realização de exames como o raio x dente de leite que há essa garantia.

Conheça aqui como é o período de nascimento dos dentes de leite e qual a importância do raio x dente de leite:

O que é dente de leite?

O dente de leite, decíduo ou primário é o primeiro contato que o ser humano tem com a arcada dentária. É por meio dos dentes de leite que a criança começa a exercitar a função não só da mastigação, mas também da fala.

Dessa forma, essas estruturas possuem uma função primordial e essencial para o desenvolvimento do bebê, para o seu bem-estar e qualidade de vida.

Contudo, após a formação da arcada dentária, os dentes que a compõem são substituídos pelos dentes permanentes, os permanentes, que por sua vez são mais resistentes e desempenham essas funções com mais eficiência.

O nascimento dos dentes de leite começa por volta dos 6 meses de idade, e acompanha a criança até os seus 12 anos.

Como é o desenvolvimento dos dentes de leite

Como é o desenvolvimento dos dentes de leite?

É importante que os pais se preocupem em acompanhar e entender como é feito o desenvolvimento dos dentes de leite. É por meio desse acompanhamento, associado ao acompanhamento de um odontopediatra que se evita problemas de má oclusão dentária e desalinhamento de forma precoce.

Comumente, são os dentes da frente da arcada superior são os primeiros componentes da arcada decídua a aparecerem.

Nesse período, a erupção dos dentes de leite tende a gerar certo desconforto, sendo importante que sejam adotadas medidas de alívio pelos pais. O odontopediatra pode passar algumas orientações que ajudem nesse processo, como a realização de massagens com uma gaze ou fralda umedecida por soro fisiológico. A massagem deve ser feita com um dedo limpo e utilizando movimentos circulares.

Também buscando aliviar a dor causada pelo nascimento dos dentes decíduos, o dentista pode indicar a utilização de mordedores frescos e gelados e a ingestão de alimentos e bebidas gelados ou frios, já que nessa temperatura promovem além de alívio, o controle de inflamações.

A troca da dentição decídua pela permanente, marcada pela queda dos dentes de leite, começa a partir dos 6 anos de idade. Especialmente nesse período, as visitas ao odontologista devem se manter presentes na vida da criança, dando orientações e indicações para um processo mais tranquilo.

Vale ressaltar que assim como o nascimento dos dentes é natural e gradual, assim é a sua queda, que tende a seguir a mesma cronologia do desenvolvimento. Não forçar a soltura dos dentes é essencial, e evita que complicações ocorram.

Depois da queda dos dentes, os dentes permanentes tendem a nascer em até 3 meses. Contudo, cada criança tem um tempo diferente e cada arcada dentária possui as suas particularidades. 

É considerando essas particularidades que se mostra a importância do acompanhamento odontológico nesses primeiros momentos, tal como a realização de exames como o raio x dente de leite.

O que é raio x dente de leite?

A radiografia especializada em dentes de leite é o exame de gravura projetado por radiação ou por raios de luz. Por meio desse exame de imagem é obtido uma representação da arcada decídua graças aos raios X. 

Os raios X, ondas eletromagnéticas imperceptíveis, são emitidos por um dispositivo específico, e que emite dados para o computador. Uma sombra é projetada por causa do posicionamento do corpo entre o dispositivo e a placa. 

Dessa forma, os raios X ultrapassam facilmente os tecidos moles e são barrados pela estrutura óssea, sendo possível analisar estruturas dentro do organismo.

A radiografia panorâmica revela ao dentista como está a dentição decídua e se há algum dente faltoso ou algum desvio de erupção que 

Assim sendo, é por meio dessa radiografia panorâmica que o ortodontista é capaz de identificar como está o processo de desenvolvimento dos dentes e ser capaz de planejar algum tratamento ortopédico, caso necessário. 

Por que recorrer a um raio x dente de leite?

Muitas vezes os pais se desesperam quanto ao desenvolvimento dos dentes de leite “atrasado”. Contudo, nesses momentos deve-se levar em conta que cada arcada se desenvolve de uma forma e deve ser observada segundo as suas circunstâncias.

Fatores genéticos estão entre as principais causas de um processo de nascimento lento da dentição decídua, devendo ser considerados.

Para que o nascimento dos dentes seja monitorado e para que problemas quanto o posicionamento do dente sejam detectados em sua fase inicial, o odontopediatra tende a encaminhar a criança para um exame de imagem. 

No entanto, o dentista só irá encaminhar a criança a esse tipo de exame até ser completado os 6 anos, considerando as fases de desenvolvimento da dentição. O ideal é que a indicação seja feita por volta dos 5 anos de idade.

Logo, em casos de nascimento atrasado de dentes é comum que o raio x dente de leite seja recomendado para que o dentista identifique ou rejeite problemas que envolvam o período. A radiografia pode ser feita pelo próprio ortodontista.

Deve-se ter em mente que os dentes de leite, mesmo sendo temporários devem ser bem cuidados, já que o aparecimento de cáries é bem comum na infância e pode motivar o aparecimento de complicações que comprometem o nascimento saudável do dente permanente.

Por que recorrer a um raio x dente de leite

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares ao dentista são essenciais para que haja o acompanhamento não só do desenvolvimento dos dentes decíduos, mas também dos permanentes.

É importante respeitar o nascimento e a queda natural dos dentes primários, sendo um dos motivos de o dentista não realizar ou indicar formas de remover os dentes com força bruta.

Logo, os cuidados quanto ao nascimento dos dentes de leite devem passar pelas visitas periódicas ao consultório odontológico.

plano odontológico DentalVidas tem diversas opções para garantir mais qualidade de vida e um sorriso mais bonito para você e sua família.

Gostou do texto? Tem alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários!

               
Artigo anterior

Deixe seu comentário