Especialidades

A raspagem de tártaro é a maneira encontrada para removê-lo de seus dentes, porém esse procedimento deve ser feito por um profissional para evitar danos desnecessários aos dentes.

Sendo assim, confira mais a respeito da raspagem de tártaro no post abaixo:

O que é tártaro

O que é tártaro?

O tártaro, também chamado de cálculo dental, é resultado do enrijecimento da placa bacteriana presente nos dentes.

Isso resulta em uma camada dura que pode aparecer sobre a superfície dentária, tanto na coroa dentária quanto na raiz do dente.

Quando o tártaro afeta a raiz dentária, ele ocorre por baixo da gengiva e isso causa uma grande irritação da gengiva e pode levar ao aparecimento da gengivite.

Apesar de ser uma “evolução” da placa bacteriana, ele age como uma capa protetora para ela. Desse modo, a placa possui mais espaço e maior liberdade para se desenvolver.

Além disso, o tártaro também contribui para o aparecimento de cáries. Isso ocorre pelo fato de ele atuar como uma camada protetora para as bactérias.

O tártaro em si é uma película rígida e porosa. Essa porosidade é responsável por fazer com que ele absorva manchas.

É possível identificá-lo a partir da observação, visto que diferentemente da placa bacteriana, ele causa manchas amareladas ou amarronzadas quando acontece sob a linha da gengiva.

Desse modo, o tártaro é um problema que afeta a saúde bucal e também prejudica a estética do sorriso do paciente devido às manchas.

O que ele pode causar?

O tártaro é conhecido por ser uma capa rígida que fica sobre o dente e possui uma tonalidade meio amarelada ou amarronzada.

Desse modo, além de causar uma complicação estética que ocorre devido às manchas que ele gera, o tártaro também pode gerar complicações na saúde bucal.

Isso ocorre pelo fato de se tratar de uma camada rígida que funciona como uma proteção para as bactérias. Promovendo um ambiente seguro para o desenvolvimento da placa bacteriana, que pode acabar se desenvolvendo para uma cárie.

Além disso, ele pode acabar se tornando uma gengivite que futuramente pode evoluir para um periodontite quando acomete a raiz do dente sob a gengiva.

O que causa o tártaro?

O tártaro é formado pela higiene bucal ineficiente, o que provoca o acúmulo de partículas de alimentos nos dentes, que por sua vez resultam na formação da placa bacteriana.

Ela consiste em uma película de bactérias que se acumula ao redor do dente e se alimentam dos restos de alimentos presentes. Ao consumi-los, as bactérias produzem um ácido que corrói o esmalte, e futuramente pode acabar se transformando em um caso de cárie.

Já o tártaro é formado pelo enrijecimento dessa placa bacteriana, o que acaba formando uma camada rígida sobre o dente. Essa camada é extremamente porosa, que é o motivo de se pigmentar facilmente e acabar causando complicações estéticas.

Além disso, ela também cria um ambiente favorável ao desenvolvimento da placa bacteriana e formação de cáries.

Ele também pode ocorrer abaixo da linha da gengiva, o que resulta em casos de gengivite, que caso ignorados podem se desenvolver para uma periodontite.

Sendo assim, a formação do tártaro está ligada diretamente aos maus cuidados de higiene bucal.

Como é feita a raspagem de tártaro

Como é feita a raspagem de tártaro?

A raspagem do tártaro é feita após a identificação do problema pelo dentista, o que geralmente acontece durante a profilaxia ou nas visitas regulares.

Assim que identificada, o dentista inicia o procedimento de raspagem. Ele pode ser feito manualmente utilizando uma cureta ou com o auxílio de aparelhos.

O procedimento manual consiste no uso da cureta para realizar a raspagem do dente e dessa maneira removê-lo.

Já na remoção com o auxílio de equipamentos, a raspagem de tártaro é feita utilizando um equipamento que emite ondas de alta frequência, que quebram a camada rígida do tártaro.

O uso desse aparelho pode ser impedido por alguns fatores externos, como nos casos onde o paciente faz o uso de um marcapasso.

Isso ocorre pelo fato da possibilidade das ondas desse aparelho interferir no ritmo do marcapasso, levando a um problema na frequência do aparelho.

Independentemente do método utilizado, é necessário verificar a presença de gengivite, pois ela pode ser causada pelo tártaro.

Caso haja a presença da inflamação das gengivas, o dentista precisa tratá-la para evitar que se torne uma complicação ainda maior.

Sendo assim, para realizar a raspagem de tártaro o paciente precisa buscar atendimento odontológico, visto que só um dentista é capaz de auxiliar.

Também, é extremamente indicado que não se tente remover o tártaro em casa, visto que essa tentativa pode acabar danificando o esmalte dentário.

Além disso, o uso de cremes dentais clareadores e similares devem ser feitos apenas com a orientação do dentista.

Essa recomendação é feita com o intuito de evitar problemas causados pelo desgaste dentário, visto que o paciente pode não conseguir removê-lo sem danificar o esmalte.

Raspagem de tártaro dói?

Geralmente, o processo de raspagem de tártaro é completamente indolor, pois se trata de um procedimento onde é feita apenas uma raspagem na superfície do dente.

Porém, existem casos onde o tártaro está mais profundo ou há a presença de cáries juntamente com ele.

Desse modo, quando ele se encontra mais profundo na linha da gengiva, algumas vezes é necessário utilizar anestesia devido a complicação para limpar a gengiva profundamente.

Sendo assim, é importante mencionar que a dor é relativa, o que faz com que algumas pessoas possam sentir incômodos durante a raspagem de tártaro e outras não.

Como evitar o tártaro?

A prevenção é feita principalmente através da adoção de bons hábitos de limpeza, pois a partir da boa higiene bucal é possível evitar os casos.

Além disso, realizar a profilaxia, que é a limpeza profissional dos dentes. A partir dela, o dentista é capaz de complementar  a limpeza caseira.

O hábito de visitar o consultório regularmente também contribui para sua manutenção e avaliação. Além de tornar possível a identificação e avaliação precoce do tártaro.

O que pode auxiliar a evitar, tanto ele quanto o aparecimento da gengivite.

Desse modo, os cuidados recomendado, para evitar a necessidade da raspagem de tártaro:

  • Escovar os dentes diariamente após as refeições, no mínimo umas 2 vezes ao dia;
  • Utilizar o fio dental da mesma maneira, sempre que realizar  as escovações;
  • Fazer visitas periódicas para realizar a profilaxia, pois através dela o dentista consegue identificar como é seu cuidado com a higiene.

Logo, seu tratamento é baseado inteiramente na prevenção e no procedimento de raspagem de tártaro.

Preço raspagem de tártaro

Preço raspagem de tártaro

A raspagem de tártaro é feita durante a profilaxia, o que significa que o preço dos dois procedimentos estão ligados.

Desse modo, o valor desse procedimento pode variar de acordo com região, clínica e o fato de possuir ou não um plano odontológico.

Portanto, o preço da raspagem de tártaro gira em torno de R$ 200 (duzentos reais), podendo variar para cima ou para baixo.

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares ao dentista garantem que ele possa identificar e avaliar o tártaro antes que ele se torne uma complicação grave.

Caso necessário, o dentista também pode realizar uma raspagem de tártaro para removê-lo e evitar que ele cause maiores problemas.

Elas também oferecem a possibilidade de realizar procedimentos como a profilaxia, que é a limpeza profissional dos dentes, que deve ser realizada de 6 em 6 meses.

Além disso, por meio delas também é possível a identificação e tratamento de outros problemas precocemente, o que evita seu agravamento e torna sua correção mais simples.

O plano odontológico DentalVidas tem diversas opções para garantir mais qualidade de vida e um sorriso mais bonito para você e sua família.

Gostou do texto? Tem alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários!

               
Artigo anterior

               
Próximo Artigo

Deixe seu comentário