Saúde Bucal

A sensibilidade nos dentes é uma situação que pode ser bastante incômoda, tendo em vista que ela gera um desconforto durante a alimentação, pois ela torna os dentes sensíveis a alimentos quentes e frios.

Mas qual o motivo da sensibilidade nos dentes? Confira mais a respeito no texto abaixo:

O que é sensibilidade nos dentes?

A sensibilidade nos dentes é um estágio onde houve tamanho desgaste do esmalte dentário que o levou a ficar extremamente fino. Isso faz com que a camada da dentina fique mais próxima dos alimentos.

Pelo fato da dentina se tratar de uma camada porosa que possui vários canais que levam a polpa dentária.

Isso significa que esses canais acabam expondo parte da polpa dentária, que por ser uma estrutura cheia repleta de nervos geram a sensação de dor e incômodo.

Sintomas da sensibilidade nos dentes

A sensibilidade nos dentes é um problema que causa bastante desconforto e geralmente provoca os seguintes sintomas:

  • Dor ao consumir alimentos quentes ou frios;
  • Desconforto ao escovar os dentes.

Em casos mais graves, essa dor pode ser forte a ponto de atrapalhar todo o processo de deglutição.

O que causa sensibilidade nos dentes?

A sensibilidade nos dentes é uma situação causada pela exposição da dentina, que pode acontecer pelo desgaste do esmalte dentário ou pela retração gengival.

A retração gengival também é um dos motivos pois ela expõe a parte dos dentes que fica abaixo da gengiva, ou seja, a raiz do dente, e essa região não possui esmalte para proteger a dentina.

Sendo assim, as possíveis causas da sensibilidade nos dentes são:

Retração gengival

A retração gengival é um problema em que a gengiva se encontra abaixo do nível ideal. Dessa maneira, ela acaba expondo a raiz do dente, que é uma parte do dente que não possui esmalte dentário.

Sendo esse o motivo pelo qual ela causa sensibilidade dentária. A retração gengival pode ser causada por:

  • Força excessiva na escovação ou durante o uso do fio-dental;
  • Escova de dentes com cerdas muito duras;
  • Idade;
  • Fatores genéticos;
  • Bruxismo;
  • Desalinhamento dentário.

Cárie

A cárie é causada pela fermentação de partículas de alimentos por bactérias acumuladas sobre os dentes.

Essa fermentação resulta na produção de ácidos que acabam corroendo o esmalte dentário e que por fim dão lugar à cárie.

Ela por sua vez corrói o esmalte dentário, resultando na exposição da dentina, o que acaba causando a sensibilidade nos dentes.

A cárie é causada pela:

  • Má higiene bucal;
  • Boca seca;
  • Consumo excessivo de alimentos açucarados.

Má-oclusão

A má-oclusão é o alinhamento anormal das arcadas dentárias, de modo que uma fique à frente da outra.

Isso acaba resultando em problemas onde os próprios dentes, devido a fricção, destroem seu próprio esmalte dentário.

Além disso, alguns problemas relacionados à má-oclusão podem contribuir para o aparecimento de complicações como a cárie.

Os principais fatores causadores da má-oclusão são:

  • Hereditariedade;
  • Hábitos parafuncionais;
  • Perda precoce dos dentes;
  • Mandíbula sem espaço suficiente para o nascimento dos dentes.

Alimentos ácidos

O consumo de alimentos ácidos também corroem o esmalte dentário de pouco a pouco. Além disso, eles também podem causar uma alteração no pH da saliva, o que pode levá-la a ficar ácida.

Dessa maneira, é recomendado maneirar no consumo de alimentos ácidos, visto que eles podem corroer o esmalte dentário provocando assim a exposição da dentista e a sensibilidade nos dentes.

Refluxo

O refluxo gastroesofágico é um problema no qual há o retorno do ácido estomacal para a boca. Isso faz com que esse ácido acabe causando feridas e uma sensação de queimação no canal que liga a cavidade bucal ao sistema digestivo.

Além disso, ao chegar a boca, esse ácido também acaba corroendo o esmalte dentário expondo a dentina e causando por fim a sensibilidade nos dentes.

Bruxismo

O bruxismo é o ato de ranger ou apertar os dentes. Esse é um hábito prejudicial pois pode causar problemas na ATM e comprometer toda estrutura dentária e do maxilar.

Sendo assim, é muito importante procurar uma maneira de tratar os sintomas a fim de amenizar ou acabar com eles.

O desgaste da estrutura dentária causado pelo bruxismo implica na destruição do esmalte dentário, o que acaba resultando na sensibilidade nos dentes.

Clareamento dental

O clareamento dental é o nome dado ao método utilizado para clarear os dentes, ou seja, ele é um método disponível para branquear os dentes.

Ele funciona através de uma micro limpeza da estrutura externa dentária, de modo que ele fragmenta o esmalte dentário juntamente com suas partículas de sujeira.

Desse modo, eles se desprendem da estrutura do dente promovendo seu branqueamento devido a remoção das partículas de sujeira.

Sendo assim, por se tratar de um procedimento que remove parte do esmalte dentário, ele, assim como os outros problemas que danificam o esmalte, acaba expondo a dentina e causando sensibilidade nos dentes.

sensibilidade nos dentes como aliviar

Sensibilidade nos dentes como aliviar

A sensibilidade é um problema que em grande parte das vezes é causado pelo desgaste do esmalte dos dentes.

O esmalte dentário é uma estrutura que não se regenera, isso implica que não é possível acabar com a sensibilidade pela regeneração do esmalte dentário.

Em casos mais leves, os sintomas podem vir a sumir com o tempo devido a remineralização feita pela saliva.

Porém em casos mais graves isso não é possível, portanto, as maneiras de aliviar a sensibilidade nos dentes são:

  • Uso de cremes dentais para sensibilidade;
  • Não usar força excessiva durante a escovação e o uso do fio dental;
  • Utilizar escovas de cerdas macias;
  • Realizar um enxerto gengival em casos de retração gengival.

Anti-inflamatório para sensibilidade nos dentes

Geralmente, o mais utilizado para tratar a sensibilidade dentária são os cremes dentais para sensibilidade.

Os cremes dentais para sensibilidade possuem componentes que conseguem bloquear os canais expostos da dentina, o que impede que as dores ao comer ou beber alimentos quentes ou frios.

Porém, para os que buscam uma opção que consiste no uso de medicamentos, há a possibilidade de se optar pelo uso de anti-inflamatórios.

Mas antes de sair comprando ou utilizando qualquer tipo de anti-inflamatório, é recomendado consultar um médico ou um dentista.

Isso é importante para que ele possa receitar o melhor tipo para você e que melhor se adeque ao seu sistema.

Apesar de ser recomendado buscar aconselhamento profissional antes, o mais utilizado é o Spidufen.

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares ao dentista garantem que o dentista possa identificar e tratar os casos de sensibilidade nos dentes precocemente.

Além disso, ele é capaz de descobrir o motivo por trás delas e tratá-las de modo que não ocorram novamente.

Elas também garantem a possibilidade de realizar a profilaxia dental, que é a limpeza profissional dos dentes que deve ser realizada de 6 em 6 meses.

Além disso, é apenas por meio da profilaxia que o dentista é capaz de realizar a remoção de indícios de placa bacteriana e tártaro no dente.

As visitas regulares também permitem ao dentista avaliar os hábitos de higiene bucal do paciente e recomendar a melhora ou adoção de novos, caso veja necessidade.

O plano odontológico DentalVidas tem diversas opções para garantir mais qualidade de vida e um sorriso mais bonito para você e sua família.

Gostou do texto? Tem alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários!

               
Artigo anterior

               
Próximo Artigo

Deixe seu comentário