Saúde Bucal

Com o avanço da estética e seus procedimentos, a busca pelo sorriso perfeito se tornou ainda mais recorrente.

Veja aqui quais são as características que fazem um sorriso perfeito e como alcançá-lo:

O que é um sorriso perfeito?

A busca pelo sorriso perfeito tem sido cada vez uma meta quanto a aparência. O sorriso é considerado por muitos o nosso cartão postal, uma vez que é por ele que conseguimos nos relacionar de forma saudável e causar uma boa impressão por onde vamos.

Mas afinal, o que é um sorriso perfeito? Quais as características que o definem? Na busca de um sorriso mais saudável e harmônico algumas particularidades devem ser consideradas, tal como:

  •         Dentes alinhados,
  •         Dentes claros e próximos do branco;
  •         Formato harmônico;
  •         Gengiva clara e alinhada.

Dentes alinhados

Uma dentição alinhada é um dos principais benefícios que fazem um sorriso perfeito. Tendo em vista que ao sorrir são os dentes os componentes mais visíveis, o cuidado com a estética desses componentes são determinantes para uma melhor aparência.

A harmonia do sorriso é vista como um alívio estético, isso devido a estudos envolvendo a linha imaginária vertical que rege a simetria facial e divide a face pela metade. Além de uma mordida correta, um sorriso perfeito também requer que a dentição de baixo não apareça muito, predominando a de cima.

No entanto, são vários os problemas bucais que podem comprometer o alinhamento dos dentes como a mordida cruzada e o apinhamento dentário. Além disso, problemas ortodônticos podem ter uma série de causas, sejam genéticas, pelo excesso de dentes na boca, ranger de dentes (bruxismo), ou até mesmo maus hábitos adquiridos na infância.

Dentes mais claros

Quanto mais claro o dente e mais próximo do branco, mas a dentição reflete uma aparência mais saudável. Dentes amarelados impactam o sorriso significamente e de forma negativa, tal como na autoestima.

Os dentes amarelados também podem ser motivados por vários fatores, sejam eles má higiene bucal, má alimentação, erosão dentária, envelhecimento, tabagismo e alcoolismo.

Formato harmônico

Também relacionado a simetria do sorriso, o formato dos dentes e sua largura também são significativos.

Considerando que a zona bucal é formada por dentes diferentes, cada tipo possui um formato específico, seja arredondado, quadrangular ou triangular, manter as características particulares de cada um também faz parte de um melhor impacto estético.

Vale considerar que a largura do riso precisa ter a metade da largura do rosto.

Gengiva clara e alinhada

A gengiva, assim como a dentição, também possui um papel considerável para a harmonia do sorriso. Aqui é observado se a gengiva está alinhada simetricamente com os lábios, devendo ela não aparecer fortemente ao sorrir.Além disso, o mais indicado é que ela tenha um coloração de rosa pálido.

Gengivas que se assemelham a essas características de forma, alinhamento e coloração, tendem a deixar o riso com um aspecto menos harmônico e natural.

Problemas bucais também podem comprometer a boa aparência da gengiva, tal como gengivite, periodontite, retração gengival e hiperplasia gengival, o que requer uma atenção aos seus sintomas.

como ter o sorriso perfeito

Afinal, como ter o sorriso perfeito?  

Um sorriso mais harmônico e saudável não está relacionado somente à questão estética, mas também funcional. A zona bucal também está associada a boa realização de funções essenciais, como a fala, a mastigação e deglutição. Dessa forma, a saúde bucal não deve ser vista de forma isolada, mas como uma parte da saúde em si.

Veja aqui como cuidar do seu sorriso e deixá-lo mais bonito:

Boa higiene bucal

Para um sorriso perfeito o primeiro passo é uma higiene bucal adequada. É por meio de uma limpeza feita de forma correta e completa que se consegue evitar as principais complicações que atingem a boca, como a formação da placa bacteriana e cáries.

É importante ter a noção de que a higiene bucal não deve se limitar apenas à escovação, englobando a passagem do fio dental e o bochecho com enxaguante bucal diariamente.

A escovação deve ser feita como uma escova de cabeça pequena, cabo alongado e cerdas macias, acompanhada de um creme dental com flúor mais indicado pelo seu dentista. Deve ser feita ao menos 2 vezes ao dia, contando com a escovação noturna, considerada a mais importante.

Quanto a passagem do fio dental e o bochecho com o enxaguante, o indicado é que acompanhem as escovações noturnas, já que a noite a salivação diminui e torna a zona bucal um local propício para a proliferação de bactérias e outros microrganismos.

Boa alimentação

Uma boa alimentação, ainda mais quando associada a boa limpeza da boca, é capaz de trazer uma série de benefícios, prevenindo problemas pela evolução da placa bacteriana.

O indicado é que alimentos e bebidas muito pigmentados (café, chás, chocolates), grudentos (balas macias, chicletes, caramelo), e com alto teor de açúcar (doces em geral) sejam evitados.

Por sua vez, alimentos com propriedades detergentes (maçã, kiwi, cenoura) são recomendados para serem adicionados na dieta, já que auxiliam na limpeza dos dentes pelo estímulo à salivação e aumento do pH da boca.

Controle de vícios

Os dentes amarelados e outras complicações podem ser motivadas por maus hábitos e vícios, tal como o consumo excessivo de bebidas alcoólicas e cigarro.

Nesses casos, o indicado é que esse consumo seja evitado, e preferivelmente cortado da rotina.

Visitas periódicas ao dentista

As visitas ao consultório odontológico devem ser regulares para que haja não só a ação preventiva, mas também o tratamento dos problemas bucais.

É por meio dessas idas periódicas que são feitos procedimentos regulares como a limpeza profissional (profilaxia), removendo placas bacterianas e tártaro.

Pela avaliação do sorriso pelo dentista, alguns casos podem pedir um tratamento estético mais específico. Veja quais podem ser indicados:

Tratamento ortodôntico

Em casos de problemas quanto ao alinhamento dos dentes o paciente irá precisar de ser encaminhado para um tratamento ortodôntico para o posicionamento correto das arcadas.

São vários os tipos de tratamentos ortodônticos, e a maioria é indicada já no início da infância para um bom resultado. Seja fixo ou móvel, metálico ou transparente, as vantagens para com um sorriso perfeito são bem perceptíveis.

Clareamento dental

Para solucionar problemas quanto a coloração dos dentes, como o amarelamento, o processo de clareamento dental pode ser o mais recomendado. Através desse procedimento o paciente tem acesso a dentes mais brancos e brilhantes, e assim, a uma autoestima renovada.

O clareamento dental, assim como o tratamento ortodôntico pode ser feito em diferentes abordagens, seja a laser no consultório odontológico, por moldeiras e gel clareador em casa, ou de forma mista, proporcionando o mesmo benefício.

Lentes de contato dental

Para quem deseja modificar o tamanho, forma ou coloração do sorriso, a colocação da lente de contato dental pode ser a solução ideal.

As lentes de contato são películas finas, normalmente de porcelana, que são cimentadas sob a superfície do dente. Elas são confeccionadas pensando em proporcionar harmonia ao sorriso, tendo uma coloração esbranquiçada, devolvendo também uma coloração mais saudável.

Facetas dentárias de resina

As facetas dentárias são bem semelhantes às lentes de contato, possuindo o mesmo objetivo de reabilitação do sorriso. Normalmente feita de resina composta, a faceta proporciona dentes mais brancos e alinhados.

No entanto, a faceta dentária é indicada em casos mais complexos, uma vez que possui uma espessura maior e exige um desgaste considerável para ser cimentada.

Implante dentário

A evolução de problemas bucais podem resultar na perda dentária. Nesses casos, o sorriso perfeito pode ser restituído pelo procedimento de implante dentário.

O procedimento por implantodontia é baseado na aplicação de pinos de titânio para a substituição das raízes dentárias, sendo acompanhados da fixação de próteses dentárias, dentes artificiais que se assemelham aos naturais de forma estética.

Gengivoplastia e gengivectomia

As gengivoplastia e gengivectomia são as intervenções cirúrgicas responsáveis pela correção das imperfeições do tecido gengival. Ambas as cirurgias, visam moldar o contorno e a proporção da gengiva acima dos dentes.

Mesmo tendo objetivos parecidos, a gengivoplastia é indicada em casos de prioridade estética, buscando o contorno anatômico normal da gengiva comprometido pelo sorriso gengival. Já a gengivectomia é indicada em casos de excesso de gengiva (bolsa periodontal) resultante da doença periodontal.

Por fim, o plano odontológico DentalVidas tem diversas opções para garantir mais qualidade de vida e um sorriso mais bonito para você e sua família.

Gostou do texto? Tem alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários!

Deixe seu comentário