Saúde Bucal

O tártaro nos dentes é uma condição bastante comum, mas que não deveria ser tão comum assim. Ele se trata de uma camada rígida e porosa que fica sobre os dentes.

Sendo assim, confira mais a respeito do tártaro nos dentes no artigo abaixo:

O que é tártaro nos dentes?

O tártaro nos dentes, também chamado de cálculo dental, é resultado do endurecimento da placa bacteriana, o que acaba formando uma camada rígida e porosa que contribui para o desenvolvimento de outras complicações.

Essa camada costuma ter a tonalidade amarelada ou amarronzada, o que costuma ser resultado da má higienização bucal.

Ele pode surgir em qualquer fase da vida, ou seja, tanto em crianças quanto em adultos, sendo assim, é importante manter a higienização e saúde bucal em dia.

O que causa tártaro nos dentes

O que causa tártaro nos dentes?

O tártaro nos dentes é uma condição causada pelo endurecimento da placa bacteriana, que por sua vez é causada por maus hábitos de higiene bucal.

Sendo assim, quando o paciente não possui bons hábitos de higiene, ele acaba fazendo com que partículas de alimentos fiquem presas aos seus dentes.

Essas partículas, por sua vez, contribuem para o acúmulo de bactérias que acabam formando uma película fina que possui uma tonalidade mais amarelada.

Caso esse biofilme não seja tratado, ele pode acabar enrijecendo e assim originando o tártaro.

Sintomas e como identificar

É possível identificar o tártaro a partir da observação de pequenas manchas mais escuras sobre os dentes que possuem uma tonalidade amarelo-amarronzada.

Além disso, ao passar a língua, é possível perceber uma região mais áspera e rígida que as demais, o que indica sua presença.

Assim, quando se fala de sintomas, o mais conhecido é a presença de manchas escuras sobre a superfície dos dentes.

Problemas causados pelo tártaro

O tártaro nos dentes é uma condição onde é formada uma camada rígida e porosa sobre os dentes de tonalidade escura.

Sendo assim, por se tratar de uma camada rígida e porosa, ele acaba contribuindo para um maior acúmulo de bactérias e partículas de alimentos sobre os dentes.

Além disso, essa camada também serve como uma camada protetora para o desenvolvimento da placa bacteriana.

Por conta da proteção fornecida às bactérias protegidas por essa camada, muitas vezes se desenvolvem se tornando cáries ou até mesmo casos de gengivites e periodontites.

O fato de o tártaro servir como uma camada protetora para as bactérias presentes na superfície dos dentes também contribui para que haja o desenvolvimento de cáries.

Isso se deve ao fato de a cárie no dente ser uma complicação causada pela ação das bactérias na superfície dos dentes.

tártaro nos dentes como tirar

Tártaro nos dentes, como tirar?

A remoção do tártaro nos dentes é feita no consultório odontológico, geralmente durante a profilaxia, e pode ser feita de duas maneiras diferentes.

Um dos modos consiste na utilização de uma cureta, que é um equipamento que possui um pequeno gancho em uma de suas extremidades.

Esse tipo de raspagem de tártaro é feito através de um movimento de raspagem onde o dentista literalmente raspa o tártaro de cima dos dentes até removê-lo por completo.

O outro método consiste na utilização de um aparelho que emite ondas em alta frequência que por sua vez quebra toda a camada de tártaro e dessa maneira remove todo o tártaro sobre os dentes.

Desse modo, qualquer uma das duas maneiras consegue atingir o objetivo que é remover o tártaro nos dentes.

Como evitar o tártaro nos dentes?

Levando em consideração que o tártaro nos dentes é uma evolução da placa bacteriana e que a placa bacteriana é causada pela higienização deficiente dos dentes, o tártaro também possui a má higienização como sua principal causa.

Portanto, para evitar o tártaro nos dentes, é importante:

  • Escovar bem os dentes após as refeições;
  • Utilizar o fio dental da maneira correta;
  • Realizar as visitas periódicas ao dentista para a execução da profilaxia e remoção da placa bacteriana e do tártaro;
  • Evitar a ingestão de alimentos muito açucarados, visto que eles promovem um maior acúmulo de bactérias na boca.

Além disso, para complementar a higienização dos dentes, o paciente pode utilizar um enxaguante bucal, visto que ele consegue efetuar a limpeza dos dentes onde o fio dental e a escova não alcançam.

Porém, é importante lembrar que jamais devemos substituir a escovação ou o uso do fio dental pelo enxaguante, visto que ele não foi feito para substituir, mas sim para complementar.

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares ao dentista são responsáveis por garantir que o paciente possa ter o devido acompanhamento odontológico.

Além disso, por meio delas é possível realizar a profilaxia, que é a limpeza profissional dos dentes e deve ser feita de 6 em 6 meses, assim como a raspagem de tártaro e assim remover e evitar o tártaro nos dentes.

A profilaxia também é responsável pela prevenção de outras complicações bucais, como a cárie e a placa bacteriana.

Portanto, o plano odontológico DentalVidas tem diversas opções para garantir mais qualidade de vida e um sorriso mais bonito para você e sua família.

Gostou do texto? Tem alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários!

FAÇA SUA AVALIAÇÃO GRATUITA

Deixe seu comentário