Saúde Bucal

O que é estomatite? A estomatite é um problema relacionado com a inflamação de tecidos na cavidade bucal e pode afetar pessoas de qualquer idade ou sexo.

Sendo assim, é importante estar atento aos sintomas e às formas de se desenvolver esse problema para poder evitá-lo.

Portanto, confira abaixo sobre o que é estomatite, seus sintomas, complicações e como limpar a boca com estomatite:

O que é estomatite?

Antes de explicarmos os tipos e sintomas é importante conhecer o que é estomatite. Bom, a estomatite se trata de inflamações dentro da cavidade bucal.

Além disso, existem várias maneiras de se desenvolver a estomatite, seja por contágio ou por algum outro motivo específico, sendo que cada um deles origina um tipo diferente de estomatite.

Porém, mesmo se tratando de estomatites diferentes, os sintomas geralmente são os mesmos ou são bastante parecidos.

Essa não é uma condição contagiosa, exceto em casos de estomatite viral, o que significa que a menos que seja causada por vírus, ela não é transmissível.

A estomatite é uma doença que possui cura, portanto, o tratamento precoce pode evitar o aparecimento de novas complicações.

o que é estomatite infantil

O que é estomatite infantil?

A estomatite infantil é nome dado a estomatite quando esta afeta crianças, porém, ela acaba sendo mais comum em crianças do que em adultos.

Isso se deve ao fato do sistema imunológico delas ainda estarem em processo de desenvolvimento, o que as torna mais vulneráveis a esse e outros tipos de condição.

Tipos de estomatite

A estomatite é um problema que se baseia em inflamações que aparecem no interior da boca, ou seja, se trata de pequenas lesões semelhantes às aftas.

Sendo assim, confira o que é estomatite de cada tipo:

  • O que é estomatite fúngica?

A estomatite fúngica, como o nome sugere, é causada pela ação de fungos.

Ela é caracterizada pelo aparecimento de inchaços em toda a gengiva e pontos de inflamação.

  • O que é estomatite viral?

Assim como o nome diz, ela é causada por vírus, sendo um dos mais comuns o Herpes Simplex.

Desse modo, quando causado por esse vírus, ela costuma ser chamada de estomatite herpética, pois é derivada do vírus que causa a Herpes.

Geralmente ela atinge a parte externa da boca, ao redor do lábio, porém ela também pode atingir o interior.

  • O que é estomatite nicotínica?

É a estomatite causada pelo hábito de fumar, ou de maneira mais precisa, é causada pela nicotina, que é uma substância presente no cigarro que causa dependência.

Geralmente ela causa pequenas lesões geradas pela inflamação da mucosa bucal pela nicotina.

Apesar de se tratar de uma inflamação, ela é somente um incômodo, desse modo, ela não é uma lesão cancerígena, o que significa que ela tende a sumir quando o hábito de fumar for abandonado.

  • O que é estomatite protética?

A estomatite protética geralmente acontece quando a prótese está mal ajustada, desse modo, a frouxidão da prótese acaba fazendo com que ela cause algumas feridas na boca.

Essas feridas podem inflamar e acabar gerando um caso de estomatite. Esse tipo de estomatite possui diferentes graus, portanto, é importante procurar o dentista responsável caso a prótese esteja mal ajustada.

Isso é importante, pois somente com o ajuste da prótese é possível evitar reincidências.

  • O que é estomatite gangrenosa? 

A estomatite gangrenosa é a estomatite causada pela deficiência vitamínica e doenças que afetam a mucosa bucal e/ou a imunidade do paciente.

Desse modo, esse déficit de vitaminas ou imunidade deixam a boca mais sujeita ao aparecimento de lesões causadas por inflamações.

Como se desenvolve a estomatite?

Assim como visto anteriormente, a estomatite pode possuir diversas causas, porém, existem algumas que são mais comuns.

Dessa maneira, as principais causas da estomatite são:

  • Lesões bucais;
  • Alergias;
  • Infecções virais, fúngicas e bacterianas;
  • Consumo de cigarros e similares;
  • Gengivites;
  • Uso de próteses e aparelhos mal ajustados;
  • Alcoolismo;
  • Tratamentos fortes, como quimio e radioterapia;
  • Doenças e remédios que afetam a imunidade do paciente;
  • Má higiene bucal.

estomatite sintomas

Estomatite sintomas

A estomatite se baseia na inflamação da mucosa bucal, portanto, ela consiste no aparecimento de lesões inflamatórias na região da boca, ou como são comumente chamadas, aftas.

Além disso, também é possível perceber os seguintes sintomas:

  • Perda de apetite;
  • Febre;
  • Aftas;
  • Dor;
  • Irritação;
  • Dificuldade na deglutição;
  • Inchaço e inflamação da mucosa bucal.

Complicações

O surgimento da estomatite significa que há uma queda na imunidade, dessa maneira, o corpo se encontra mais suscetível ao aparecimento de outras doenças.

Além disso, em alguns casos extremamente raros onde a estomatite se espalha para a região dos olhos, podendo afetar a estrutura ocular.

Caso isso ocorra, os danos causados aos olhos podem ser permanentes, portanto, o ideal é buscar por tratamento logo ao perceber os primeiros sintomas.

A urgência no tratamento se deve à possibilidade de danos irreversíveis à estrutura ocular. Quando a estomatite afeta a região dos olhos deixa os olhos lacrimejando e pode causar fotossensibilidade.

Portanto, caso perceba algum desses sintomas, deve-se procurar atendimento médico com urgência.

O que é bom para estomatite?

As lesões bucais causadas pela estomatite geralmente tendem a sumir sozinhas dentro de um período de 14 dias.

Porém, existem alguns tipos de remédios, tratamentos caseiros e pomadas para afta que auxiliam nessa recuperação.

Geralmente são tratamentos e remédios que possuem propriedades cicatrizantes, analgésicas ou anti-inflamatórias.

Desse modo, elas conseguem tratar a estomatite e aliviar seus incômodos.

Alguns bons exemplos de remédios e tratamentos caseiros são:

  • Omcilon;
  • Bismu jet;
  • Bochecho com água e sal;
  • Aftine;
  • Albocresil e outros.

Como prevenir a estomatite?

Para prevenir a estomatite é importante ficar de olho em suas causas e fazer o possível para evitá-las.

Isso significa que a melhor recomendação é manter a higiene bucal em dia, pois dessa maneira é possível evitar uma de suas causas.

Além disso, caso o paciente seja um usuário de prótese, é importante estar atento para possíveis folgas e desajustes, visto que, eles podem levar ao aparecimento da estomatite protética.

Dessa maneira, o paciente deve procurar o dentista para que ele possa corrigir as folgas e a prótese fique adequada ao uso.

Outra maneira recomendada para evitar as aftas é manter uma alimentação saudável, pois por meio dela é possível fazer com que o corpo tenha todas as vitaminas necessárias para que não sofra nenhum tipo de déficit vitamínico.

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares ao dentista permitem que o dentista possa identificar, tratar e explicar ao paciente o que é estomatite.

Por meio delas, ele também pode iniciar o tratamento da estomatite logo em seu início, dessa maneira, é possível garantir que ele não evolua se gere complicações mais severas.

Elas também garantem a possibilidade de realizar a profilaxia dental, que é a limpeza profissional dos dentes que deve ser realizada de 6 em 6 meses.

Além disso, é apenas por meio da profilaxia que o dentista é capaz de realizar a remoção de indícios de placa bacteriana e tártaro no dente.

As visitas regulares também permitem ao dentista avaliar os hábitos de higiene bucal do paciente e recomendar a melhora ou adoção de novos, caso veja necessidade.

O plano odontológico DentalVidas tem diversas opções para garantir mais qualidade de vida e um sorriso mais bonito para você e sua família.

Gostou do texto? Tem alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários!

Deixe seu comentário