Aparelho Ortodôntico

O elástico no aparelho, chamado também de elástico ortodôntico é um dos marcos de um tratamento de aparelho ortodôntico, tendo uma grande importância para o sucesso do tratamento.

Conheça aqui o que elástico no aparelho, suas funções e vantagens:

O que é o elástico no aparelho?

Os elásticos no aparelho possuem uma variedade de modelos e cores, o que pode chamar a atenção ou desanimar o paciente. 

Normalmente os elásticos de aparelho, acompanhando as borrachinhas, assumem cores vivas, o que pode ser visto como uma motivação por crianças e adolescentes é visto com maus olhos por jovens e adultos que prezam por uma estética mais discreta.

No entanto, o elástico do aparelho é uma das peças essenciais para a estrutura do aparelho fixo tradicional, estando por trás de uma parte importante do sucesso do tratamento. Logo, se deve considerar as suas funções para um sorriso mais bonito e alinhado após a remoção do aparelho.

Qual a função do elástico ortodôntico?

O elástico ortodôntico é utilizado nos aparelhos fixos e são os itens relacionados a movimentação dos dentes e a conquista de uma mordida alinhada e correta. 

A movimentação do dente ocorre de acordo com a direção que a força do fio para com o braquete é feita, e são esses elásticos os responsáveis por sua intensidade.

Além da variação de cores disponível, os elásticos ortodônticos possuem uma variação de tamanho e espessura. O posicionamento dessa estrutura também pode variar, o que impacta diretamente no funcional dos elásticos.

Dessa forma, o uso dos elásticos pode estar por trás do movimento não só de grupos de dentes, mas também de dentes individuais e de estruturas ósseas. Isso vai depender de como está a mordida dos dentes, de como eles e seus ossos de sustentação estão posicionados e qual a gravidade da situação.

tipos de elásticos ortodônticos

Quais são os tipos de elásticos no aparelho?

Levando em conta a variedade de modelos do elástico ortodôntico, as borrachinhas podem ser classificadas de formas diferentes, tal como:

  • Intraorais: que podem ser usadas na maxila e mandíbula (intermaxilar) ou em uma delas (intermaxilar);
  • Extraorais: indicadas em aparelhos ortodônticos externos e podem ter resultado tanto nos dentes quanto nas estruturas ósseas;
  • Em delta ou em formato de V: mais flexível e em formato de triângulo, podendo ser utilizado em casos de intercuspidação, extrusão de um dente só em infraoclusão e no fechamento de diastemas (de 0,5 a 2 mm). Indicado em casos de extrusão leve.
  • Em caixa ou retangulares ou em forma de U: colocadas na região anterior ou posterior da arcada, atuando na otimização da intercuspidação e influenciando a extrusão dentária. Pode ser distribuído se dividindo pela arcada contrária.

A indicação varia de acordo com a percepção do ortodontista, todos estando fixados entre os ganchos do aparelho.

Quando o uso do elástico é indicado?

O uso do elástico no aparelho pode ser uma recomendação do dentista, já que pode ser uma necessidade para a solução do problema com mais eficiência ou rapidez. Podem trazer melhora em vários aspectos do tratamento ortodôntico, seja o encaixe transversal, horizontal ou vertical da mordida.

Entre as suas possíveis indicações estão:

  • Espaçamentos avantajados entre os dentes (diastema);
  • Fechamento da mordida;
  • Movimentações ortopédicas;
  • Correção de mordidas cruzadas;
  • Estimulação do desenvolvimento da maxila;
  • Sustentação dos dentes e correção de dentes encavalados;
  • Correção de problemas de má oclusão;
  • Correção de desvios de linha média;
  • Correção ântero posterior entre as arcadas;
  • Projeção correta da mandíbula;
  • Melhora da intercuspidação (encaixe entre o arco superior e inferior).

Tendo em vista a sua ampla indicação e ao seu grande potencial de reajuste, os elásticos são indicados para quase todos os casos de aparelhos ortodônticos, salvo casos de correções mais leves e em que a estética durante o tratamento é uma prioridade.

Para que a atuação e a eficiência dos elásticos persistam durante todo o tratamento, é necessário que as manutenções sejam feitas mensalmente. É por meio das manutenções do aparelho que as borrachinhas podem ser trocadas e há a restauração tanto estética quanto funcional do processo. 

Vale ressaltar que quando as borrachinhas de aparelho são coloridas, normalmente são mais finos, nos quais o tratamento requer forças menos intensas. Porém, por sua espessura, tendem a romperem e se deslocarem com mais facilidade, o que requer uma disciplina ainda maior do paciente.

O elástico pode não assumir uma coloração estética, no entanto, o modelo bege convencional é mais resistente que os demais, reduzindo ainda mais o tempo de uso deste item. 

Somente o dentista ortodontista poderá indicar ao paciente qual o tratamento ortodôntico ideal e quando o elástico será utilizado.

O uso dos elásticos ortodônticos ou elásticos no aparelho?

É comum que o uso dos elásticos cause um certo desconforto nos primeiros dias, isso por conta da força exercida para a movimentação dos dentes. Caso a dor seja intensa, o dentista deve ser informado, podendo ser indicado outro tipo de abordagem ou algum tipo de medicação.

Quais são as vantagens do elástico no aparelho?

O uso dos elásticos é capaz de promover uma série de vantagens ao tratamento, que podem ser percebidas logo nos primeiros momentos de uso, são elas:

  • Aceleração da movimentação ortodôntica;
  • Ganho de rapidez do tratamento;
  • Otimização do resultado estético.

No entanto, é importante que se tenha em mente que para obter todas as vantagens do uso das borrachinhas, as orientações do dentista devem ser consideradas. Além disso, o uso das borrachinhas devem ser usadas por todo tempo determinado.

Como cuidar dos elásticos do aparelho?

Logo que o paciente é submetido a um tratamento com aparelho fixo com elásticos, são passados algumas instruções para um tratamento mais tranquilo:

  • Evitar retirar os elásticos do aparelho de forma desnecessária – apenas durante a alimentação ou higiene bucal;
  • Não exagere no uso – use apenas o tempo recomendado pelo dentista;
  • Realize trocas diárias – já que podem se desgastar e perder a eficiência;
  • Evitar movimentar a boca durante o uso – evitando dores e danos;
  • Manter a posição correta – mantenha sempre o elástico do jeito que o dentista fizer a colocação;
  • Não relaxe a mordida – você saberá que os dentes estão indo na direção certa quando a maxila inferior está posicionada o quanto mais atrás possível;
  • Higiene bucal adequada – as peças do aparelho podem comprometer a qualidade da higiene, o que não deve acontecer. O indicado é que o elástico seja trocado sempre na hora da higienização.

Existem contraindicações?

O uso do elástico não possui muitas contraindicações, sendo deixado de lado para pacientes que possuem alergia a látex

Contudo, com o avanço da tecnologia, a odontologia atualmente possui uma série de versões do material, evitando casos de reações alérgicas, como esse.

Visitas regulares ao dentista 

As visitas regulares ao dentista são essenciais para que sejam feitas não só as manutenções do aparelho fixo, mas também a ação preventiva de problemas resultantes da evolução da placa bacteriana.

É pelas visitas regulares ao consultório odontológico que são feitos os procedimentos regulares, como a limpeza profissional, evitando que complicações como cáries e gengivite atrapalhem o desenrolar do tratamento.

Portanto, o plano odontológico DentalVidas tem diversas opções para garantir mais qualidade de vida e um sorriso mais bonito para você e sua família.

Gostou do texto? Tem alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários!

               
Artigo anterior

               
Próximo Artigo

Deixe seu comentário